???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/868
???metadata.dc.type???: Tese
Title: "Mídia, Cultura e Desenvolvimento: Estudo Comparado de Revistas Regionais"
???metadata.dc.creator???: Salomão, Virgínia 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Melo, Jose Marques de
???metadata.dc.description.resumo???: Historicamente tido como nacional, o meio revista está sendo regionalmente reinventado. Seus moldes tradicionais passam por uma readaptação e os esquematismos dominantes na produção jornalística já não são homogêneos. Há um movimento setorial à procura de um novo mercado, incrustado nas especificidades regionais e no desenvolvimento socioeconômico que está vicejando num cotidiano desconhecido pela chamada grande imprensa. O mercado de revistas no Brasil cresce consecutivamente e de forma organizada há anos. Embora não haja registros nas fontes de autoridade, as revistas regionais e as tiragens têm se multiplicado velozmente, contrariando os revezes econômico-financeiros sentidos por outros setores da indústria cultural. Este fenômeno é o objetivo desta pesquisa: mapear a nova geografia do meio revista nas cinco macrorregiões brasileiras para entender como as identidades regionais são processadas em favor da comunicação com públicos específicos, característica que está na essência da revista. Métodos mistos de pesquisa qualitativa e quantitativa traçam o caminho da justaposição necessária para descrever este surto de publicações regionais. Estudo de casos múltiplos e análise de conteúdo envolvendo cinco revistas de cada uma das regiões políticoadministrativas, descrevem e discutem as tendências da segmentação no mercado editorial além do eixo Rio-São Paulo. Como resultado desta investigação, chega-se às seguintes conclusões: a consolidação de um novo campo jornalístico regional, profissionalizado, competente e criativo, distante do amadorismo, do bairrismo e da mimetização simplista; os mais expressivos veículos de cada uma das cinco macro-regiões infra-nacionais, segundo o construto metodológico criado para esta pesquisa, trabalham as relações, modos e demandas de produção simbólica sem artificialismos; as identidades regionais instituídas estão intimamente ligadas às regiões de influência e as redes urbanas; o retrato do estilo de vida urbano estampado nas revistas do corpus reforça tanto o poder desta como veículo de comunicação, como retroalimenta os sotaques regionais nos níveis sociais onde são produzidas e digeridas.(AU)
Abstract: Historically considered as national, the magazine medium has been reinvented in the regions. Its tradicional patterns are going through a readaptation and the dominant schemes in its journalistic production are no longer homogeneous. There is an area movement looking for a new market, embedded in the regional specificities and socio-economic development characteristics that is flourishing in a daily previously unknown by the so-called great press. The Brazilian magazine readers market is growing consecutively in a organized way for years. Although the absence of records in the authority sources, the regional magazines and its editions has been increased in number speedily, despites the financial economical reveses suffering by the other sectors of cultural industry. This phenomenon is the objective of this research: mapping the new geography of the magazine medium in the five Brazilian macro regions to comprehend how the regional identities are processed to the credit of public communication with specific groups, characteristic that is in the essence of magazine. Mixed methods of qualitative and quantitative research design the path to necessary juxtaposition to describe this boom of publications. Multiple cases study and content analysis, involving five magazines from each one of political administrative regions describes and discuss the bias of segmentation in the editorial market beyond the Rio São Paulo axle. As a result of this investigation, it came to the following conclusions: the consolidation of a new journalistic area, professionalized, competent and creative, far from the amateurism, provincialism and to the simplistic imitation; the more significant vehicle of each five infranational macro regions, according to the methodological built created to this research, work with relations, ways and demands of symbolic production without artificialism; the institutionalized regional identities are intimately connected to the regions of influence and the urban nets; the urban life style reproduction stamped in the magazines of this corpus reinforces its own power like a communication vehicle, as well as works like a feedback to the regional accents in the social levels where they are generated and digested.
Keywords: Mídia Regional
Revista Regional
Desenvolvimento Regional Identidade cultural
Mídia Global
Regional media
Regional magazines
Regional development
Cultural identity
Global Media.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Processo Comunicacionais
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO
Citation: SALOMÃO, Virgínia. "Mídia, Cultura e Desenvolvimento: Estudo Comparado de Revistas Regionais". 2009. 187 f. Tese (Doutorado em Processo Comunicacionais) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2009.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/868
Issue Date: 30-Mar-2009
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Comunicação Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Paginas 1 a 60.pdf453.35 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.