???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/853
???metadata.dc.type???: Tese
Title: "CRISE DE IDENTIDADE NO JORNALISMO" Pensamentos e posicionamentos de jornalistas em tempos difíceis
???metadata.dc.creator???: Araújo, William Pereira de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Melo, Jose Marques de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Kunsch, Dimas
???metadata.dc.contributor.referee2???: Pena, Felipe
???metadata.dc.contributor.referee3???: Caldas, Maria das Gracas Conde
???metadata.dc.contributor.referee4???: Santos, Sueli Marli
???metadata.dc.description.resumo???: Esta pesquisa estuda o fenômeno crise de identidade do jornalista e do Jornalismo motivada pelas mudanças conjunturais oferecidas e impostas a esta área, em sua trajetória brasileira, de variadas formas e em diversos momentos. A evolução da sociedade e dos meios, as inovações técnicas e tecnológicas, a necessidade de formação, bem como os ataques à exigência do diploma e o cancelamento deste em nome do direito ao livre pensamento, entre outros. Por conta disso, busca-se a compreensão do indivíduo jornalista e da construção de sua identidade, bem como da sustentação de sua imagem, aspectos que ajudam a perceber sua importância na tessitura social. O esforço em localizar elementos da identidade e do status desse profissional considerou a análise de discursos de vários autores, no traçado que vai da década de 50 à contemporaneidade (ano de 2005). Para tanto recorreu-se às seguintes ferramentas: o aporte teórico relacionado à vontade de potência sugerida por Friedrich Nietzsche e a Ação Comunicativa de Jürgen Habermas. Do primeiro, adotou-se um modelo híbrido relacionando unidades-temáticas e sentidos de valor; do segundo procurou-se a interface do diálogo mantido por meio de parâmetros normativos, de vivência, e da memória armazenada pelos jornalistas no decorrer do tempo. Os resultados obtidos mostram, nas três fases adotadas, (décs. 50-60, 70-80, e 90-05) a recorrência aos valores ligados à liberdade e à ética, em variadas proporções e intensidades. A questão técnica foi praticamente deixada de lado, parecendo ter sido assimilada, ao passo que as relacionadas à formação foram acionadas esporadicamente. Também percebe-se em variados momentos e de variadas formas, os ataques ao jornalista, geralmente desqualificando-o ou colocando-o sob suspeita. Por outro lado, em todos, os casos os jornalistas procuram defender-se sempre mobilizando recursos, que na maioria das vezes deixam abertas as possibilidades ao diálogo, assim como tentam recuperar sua importância mostrando seus valores por meio da capacidade que possuem de representar a sociedade.(AU)
Abstract: This research investigates the phenomenon of the identity crisis of the journalist - and of Journalism itself - motivated by the conjunctural changes offered by and imposed to this area, in its Brazilian trajectory, in various ways and in many moments. The evolution of society and its means, the technical and technological innovations, the necessity of formation, as well as attacks to the strict demand for the diploma and the cancellation of it in the name of the right for free thinking, among others. On account of this, the comprehension of the journalist person and the construction of their identity is searched, as well as the maintenance of their image, aspects that help others perceive their importance in the social diagram. The effort in locating elements of the identity and status of this professional considered the analysis of discourses of many authors, in the line that goes from the 1950's to present day (2005). For this, the following tools were used: the theoretical support related to the "will to power" suggested by Friedrich Nietzsche and the Communicative Action by Jürgen Habermas. From the first, a hybrid model was adopted which relates the matic-units and senses of value; from the latter, the interface of the dialogue, maintained by means of parameters which are normative, experiential and come from the memory kept by journalists throughout the decades, is adopted. The results obtained show, in the three adopted phases (decades of 50-60, 70-80 and 90-05), the return to the values related to freedom and ethics, in various proportions and intensities. The technical question was practically abandoned, seemingly absorbed. However, the issues related to formation appeared only sporadically. It's also perceived, in several moments and ways, the attacks against the journalist, generally disqualifying them or placing them under suspicion. On the other hand, in all cases journalists seek to defend themselves mobilizing resources, which in most cases leave open the possibility of dialogue, as well as try to recover their importance by showing their value using the capacity they have to represent society.(AU)
Keywords: Midiologia
História do Jornalismo
Jornalismo Brasileiro
Identidade
Mediology
History of Journalism
Brazilian Journalism
Identity
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Processo Comunicacionais
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO
Citation: ARAÚJO, William Pereira de. "CRISE DE IDENTIDADE NO JORNALISMO" Pensamentos e posicionamentos de jornalistas em tempos difíceis. 2007. 290 f. Tese (Doutorado em Processo Comunicacionais) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2007.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/853
Issue Date: 18-Apr-2007
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Comunicação Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Capas.pdf29.72 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.