???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/743
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: CARAVANA FARKAS (1968/1970): a cultura popular (re)interpretada pelo filme documentário ¾ um estudo de folkmídia.
Other Titles: CARAVANA FARKAS (1968/1970): folk culture (re)interpreted in the documentary movies ¾ a study of folkmedia.
???metadata.dc.creator???: D almeida, Alfredo Dias 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Luyten, Joseph M.
???metadata.dc.contributor.referee1???: Medina, Cremilda Celeste de Araújo
???metadata.dc.contributor.referee2???: Melo, Jose Marques de
???metadata.dc.description.resumo???: Este trabalho busca identificar a maneira pela qual a cultura popular é (re)interpretada nos meios de comunicação de massa, a partir da análise dos filmes documentários produzidos pela Caravana Farkas, um projeto pioneiro de documentação de manifestações de cultura popular brasileira, realizado entre 1968 e 1970 no Nordeste. Para tanto, discute-se como os filmes se inserem no panorama político-cultural do Brasil da década de 60; quais as condições que permitiram a construção de seus discursos; que regras esses discursos estabeleceram; como e por que as manifestações culturais populares passaram a constituir objeto de estudo e de registro dos cineastas; e o que era definido por eles como cultura popular . O tema básico que perpassa os filmes é o da cultura de uma classe outra, que está no passado e não tem lugar no aqui e agora da modernidade. A alteridade e a representação do outro estão traspassadas pelas diferenças de classe, e o caráter de resistência cultural e política das manifestações de cultura popular, na visão dos cineastas, se perde na aparência de um mundo cujo destino já está traçado: é a extinção. Os filmes documentários, por outro lado, servem de lugar de confronto das diferentes culturas e de diálogo entre elas, gerando novos e múltiplos significados, que independem da vontade dos cineastas. É dessa maneira que constroem um novo discurso acerca de uma determinada realidade. Menos um reflexo, no sentido de espelhamento, mais uma referência de um tempo e um espaço que não se repetirão. Nas trilhas da cultura popular, a viagem da Caravana Farkas não chega a um termo nem a um final tranqüilo, pois é envolvida pelas contradições e incompatibilidades que as questões suscitadas pela discussão do real provocam. Mas deixa evidente que a sua importância para os estudos da Comunicação está na própria jornada e no diálogo permanente e infinito entre culturas que esse caminhar provoca.
Abstract: This work seeks to identify the ways in which folk culture is (re)interpreted in the mass media through the analysis of documentary movies produced between 1968 and 1970 in the Northeast by Caravana Farkas; the pioneer in documenting the manifests of the Brazilian folk culture. In order to accomplish such purpose, Farkas s documentaries are discussed in this study as to how they fit in the Brazilian political-cultural perspective of the 60 s. This study also looks at which conditions allowed for the building of Farkas s speeches, the rules such speeches established, and finally how and why such folk cultural manifestations have become object of study and attention of the so many movie makers ¾ and what was defined by them as folk culture . The basic theme that transpires in Farkas s documentaries is one of the other culture, one which has its place in the past and does not belong in the here and now of modernity. The individuality and the representation of the other are trespassed by the social differences and the character of the political and cultural resistance of the folk culture. In the movie makers point of view, much is lost in the appearances of a world whose destiny has already been determined: the extinction. The documentaries, on the other hand, serve as a mean of confrontation between the different cultures and also as a mean of dialogue between them, generating new and multiple meanings that do not depend on the movie makers will. As a consequence, a new speech about a determined reality arises to life. Not much as an image (as the one seen in a mirror), but more a reference of a time and space that cannot be relived. On the tracks of the folk culture, the trip of the Caravana Farkas does not lead to a final or tranquil ending; for it is intertwined by contradictions and incompatibilities that questions aroused by the discussion of reality brings about. But the trip makes evident that its importance for the studies in Communication is in its own journey and in its permanent and endless dialogue between cultures it provokes.
Keywords: cultura popular
documentário
Caravana Farkas
folkmídia.
folk culture
documentary movie
Caravana Farkas
folkmedia.
Comunicação - Teses e dissertações
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Processo Comunicacionais
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO
Citation: D ALMEIDA, Alfredo Dias. CARAVANA FARKAS (1968/1970): folk culture (re)interpreted in the documentary movies ¾ a study of folkmedia.. 2003. 169 f. Dissertação (Mestrado em Processo Comunicacionais) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2003.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/743
Issue Date: 9-Dec-2003
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Comunicação Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DAlmeida.pdf1.15 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.