???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/304
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: READAPTAÇÃO DOCENTE: TRAJETÓRIA PROFISSIONAL E IDENTIDADE
READAPTAÇÃO DOCENTE: TRAJETÓRIA PROFISSIONAL E IDENTIDADE
Other Titles: Readaptation of teachers : identity and professional trajectory
Readaptation of teachers : identity and professional trajectory
???metadata.dc.creator???: Antunes, Sandra Maria Pateiro Salgado Noveletto
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Souza, Roger Marchesini Quadros
???metadata.dc.contributor.referee1???: Saes, Decio Azevedo Marques de
???metadata.dc.contributor.referee2???: Nascimento, Rômulo Pereira
???metadata.dc.description.resumo???: Esta pesquisa, por meio dos referenciais privilegiados e pesquisa de campo, busca compreender e explicitar se existem ou não afastamentos de docentes com doenças de origem psíquica, de suas funções (readaptações) por motivos não meramente fisiológicos, mas que guardem natureza social, ou seja, se há uma causa social que provoque tal fenômeno no sistema educacional. Investiga também, se o docente tem consciência crítica dessas possíveis causas e como se constitui sua identidade após a readaptação. As mudanças sociais e econômicas ocorridas nas últimas décadas devido às crises e sucessivas reestruturações do capitalismo influenciaram o contexto educacional, bem como as condições de trabalho docente, repercutindo na saúde física e psicológica dos professores, por meio de um panorama das atuais condições de trabalho e saúde dos professores, decorrentes do processo de flexibilização e precarização das relações de trabalho na área educacional. Procurou-se explicar, tendo como referencial teórico Sennett (2001) e Esteve (1999), entre outros autores, a nova realidade do trabalho e do mal-estar docente vivenciados nas instituições escolares. A pesquisa de campo denota a trajetória dos docentes readaptados, desde suas condições de trabalho que perpassa pelas dificuldades, entraves, mal-estar até o momento do adoecimento e, finalmente, a situação de readaptado. Os problemas vivenciados pelos docentes readaptados impactam sua identidade profissional, pois os docentes são marcados por estigma, discriminação, sentimentos de autoculpabilização, desvalorização social, o que prejudica sua qualidade de vida e relações interpessoais, tanto no trabalho como na família. A pesquisa aponta que o adoecimento psíquico atinge seriamente o profissional docente. Essa situação é grave na rede estadual de ensino paulista e demonstra que é importante reconhecer a necessidade de políticas públicas e educacionais que valorizem a docência e a saúde dessa categoria profissional.
Abstract: This research, through privileged references and field research seeks to understand and show if there are or not there are absences of teachers with diseases of psychic origin of their roles (re-adaptation) for reasons not merely physiological, but that stems from social nature, in other words, if is there a social motive that cause this phenomenon in the educational system . Also, understand if the teacher has a critical consciousness of these possible causes and how is your identity after the re-adaptation. The social and economic changes that have occurred in recent decades due to successive crises and restructuring of capitalism influenced the educational context as well as the working conditions of teachers, interfering in physical and psychological health of teachers. Through an overview of current working conditions and health of teachers, arising from the process of easing and precariousness of labor relations in education. We try to explain, having as theoretical Sennett (2001) and Esteve (1999) among others, the new reality of work and discomfort experienced by teachers in educational institutions. The field research denotes the trajectory of teachers readapted from their working conditions that permeates the difficulties, obstacles, and malaise until the moment of illness and finally the situation of re-adaptation. The problems experienced by readapted teachers has an impact over their professional identity because the teachers are marked by stigma, discrimination, feelings of blame yourself, social devaluation, which impairs their quality of life and interpersonal relationships, both at work and in the family. The research shows that the illness psychic affects seriously the teaching professional. This situation is serious in the public schools of São Paulo and demonstrates that it is important to recognize the need for public and educational policies that gives value teaching and health of this professional category .
Keywords: Identidade
Profissão
Adoecimento
Mal-estar docente
Identity
Profession
Illness
Malaise teaching
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: 1. Ciências Sociais e Religião 2. Literatura e Religião no Mundo Bíblico 3. Práxis Religiosa e Socie
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/304
Issue Date: 26-Mar-2014
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Ciencias da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SMPSNA.pdf701.14 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.