???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/204
???metadata.dc.type???: Tese
Title: A desconstrução do conceito de saga na Teologia da Criação em Karl Barth
???metadata.dc.creator???: Souza Filho, Adilson de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Josgrilberg, Rui de Souza
???metadata.dc.contributor.referee1???: Higuet, Etienne Alfred
???metadata.dc.contributor.referee2???: Siqueira, Tércio Machado
???metadata.dc.contributor.referee3???: Jardilino, Jose Rubens Lima
???metadata.dc.contributor.referee4???: Klein, Carlos Jeremias
???metadata.dc.description.resumo???: O que caracteriza uma pesquisa acadêmica num curso de doutorado é a apresentação de dois quesitos fundamentais. O primeiro é o elemento de inovação, capaz de enriquecer a pesquisa sobre o tema proposto. O segundo é o dos apontamentos como possibilidades de promoverem novos caminhos de releituras. Nesse sentido, nos convencemos de que a presente tese atende a expectativa, pois, o elemento inovador desta pesquisa é a desconstrução do conceito de saga da criação proposto por Karl Barth. É novo porque não encontramos, como suspeitávamos, nenhum autor, ou mesmo obra ou pesquisa que tenha proposto esta mesma tarefa. Ao contrário, há até alguns autores que enaltecem a pesquisa realizada por Karl Barth, como é o caso de Coats e Brueggemann. Apesar de reagirem a alguns pontos da teologia de Barth, porém, não o fizeram, especificamente, ao conceito de saga. O segundo quesito, estruturalmente ligado ao primeiro, é o que promove as possibilidades de releituras. A partir do pensamento de Paul Ricoeur propomos uma nova hermenêutica bíblica, fundamentada a partir daquilo que Ricoeur chamou de via longa, que utiliza-se de vários métodos, inclusive o histórico crítico, para se buscar uma interpretação do mundo do texto que gere sentido ao mundo frente ao texto. Acreditamos que esta proposta é capaz de superar a leitura puramente dogmática do mundo do texto. De acordo com Ricoeur, acreditamos que os elementos fundantes que pautaram a hermenêutica em torno do Dasein, ou mesmo, em torno da relação sujeito/objeto podem contribuir para uma nova hermenêutica, desde que não façam as mesmas concessões ao sujeito conhecente. Assim, a possibilidade de uma nova releitura se revela a partir daquilo que Ricoeur definiu, na relação dialética entre mundo do texto e mundo frente ao texto, como representância (réprésentance) revelante e transformante. E é nesse ponto que as Sagradas Escrituras ocupam o posto de fonte de revelação e inspiração.
Abstract: What characterizes academic research in a doctoral course is that it should fulfill two fundamental requirements. The first is the element of innovation, the ability to enrich research on the theme. The second is that it should promote new ways of reading. We therefore believe that this thesis has met the expectation, the innovative element of this research being the deconstruction of the concept of the creation saga proposed by Karl Barth. It is new because we could not find, as we had suspected, any author, or even work or research that proposed to face the same task. Instead, there are even some authors that highly praise the research conducted by Karl Barth, as is the case of Coats and Brueggemann. Although they respond to some points of Barth s theology, they did not specifically deal with the concept of saga. The second aspect, structurally related to the first, is that it promotes new possibilities of reading. Using the approach of Paul Ricoeur, we propose a new biblical hermeneutics, based on what this author calls a long way, which makes use of various methods, including the historical-critical, to seek an interpretation of the text world which manages to make sense of the world outside the text. We believe that this proposal can overcome the purely dogmatic reading of the text world. According to Ricoeur, we believe that the foundational elements that guided the hermeneutic of Dasein, or even around the subject/object relation can contribute to a new hermeneutic, since it does not make the same concessions to the knowing subject. Thus, the possibility of a new reading appears from what Ricoeur has defined in dialectical relationship between the text world and the world outside the text, as a transforming and revelant representation. And this is where the Holy Scriptures has the the position of source of revelation and inspiration.
Keywords: Mito, Saga, Criação, Heilsgeschichte, Hermenêutica
Myth, Saga, Creation, Heilsgeschichte, Hermeneutics
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: 1. Ciências Sociais e Religião 2. Literatura e Religião no Mundo Bíblico 3. Práxis Religiosa e Socie
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO
Citation: SOUZA FILHO, Adilson de. A desconstrução do conceito de saga na Teologia da Criação em Karl Barth. 2012. 244 f. Tese (Doutorado em 1. Ciências Sociais e Religião 2. Literatura e Religião no Mundo Bíblico 3. Práxis Religiosa e Socie) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2012.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/204
Issue Date: 30-Jan-2012
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Ciencias da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adilson de Souza Filho.pdf1.32 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.