???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/200
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Identificação e análise dos/as pobres como categoria social: uma pesquisa bíblica a partir de contextos histórico-sociais na subunidade dos Salmos 3-14
???metadata.dc.creator???: Cabrera, Santa ângela 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Schwantes, Milton
???metadata.dc.contributor.referee1???: Nogueira, Paulo Augusto de Souza
???metadata.dc.contributor.referee2???: Silva, Geoval Jacinto da
???metadata.dc.contributor.referee3???: Porath, Renatus
???metadata.dc.contributor.referee4???: Silva, Rafael Rodrigues da
???metadata.dc.description.resumo???: A pesquisa, em 5 capítulos, desenvolve o tema dos/as pobres como categoria social nos Sl 3-14, subunidade do primeiro livro do saltério (Sl 3-41). Os Sl 3-14 são atribuídos a Davi, o fato está relacionado com as escolas e suas teologias presentes na edição final do saltério. Esses salmos nasceram nas comunidades camponesas do antigo Israel, posteriormente, foram aperfeiçoados e adaptados por grupos de cantores oficiais no templo de Jerusalém. Os Sl 3-14 se destacam pelo lamento e pela súplica individual. Pertencem a uma coleção pré-exílica, mas concentra textos tardios, do pós-exílio. Os lugares que ocupam foram pensados estrategicamente. Os Sl 9; 10 apresentam conceitos hebraicos que identificam os/as pobres: dak, ani, ebyon. Estes/as designam pequenos/as camponeses/as livres, ainda com acesso à terra. Ao longo do antigo Israel não sofreram mudanças bruscas como categoria social, no entanto, podem assinalar-se algumas características que os/as distinguem nos períodos correspondentes ao primeiro e o segundo templo de Jerusalém. Ademais, os Sl 9; 10 apresentam palavras sinônimas que também os/as identificam: hellkah pobre/infeliz e naqi inocente . Apesar das pequenas variações dos conceitos, todos apontam à uma categoria social, com direito à apelação nos tribunais, embora com fraca influência jurídica. Essa comunidade tem identidade teológica. Javé é apresentado como o seu defensor. A espoliação no saltério é algo dramático, porque o rosto do/a pobre é o próprio rosto de Javé. A pobreza não é um assunto de espiritualidade nem de casualidade. É gerada por um sistema político-social, planejado de forma inteligente, que não permite ao povo da roça progredir como agricultor. Esse setor poderoso, nacional ou estrangeiro, é identificado nos textos, sob os conceitos: goyim nações , sorerim agressores , oyebim inimigos , raxa im injustos . O seu domínio é suportado pela violência e as armas. A ideologia dos sistemas dominantes é fundamental para a interpretação dos textos. A sociedade dos salmistas apresenta crises com relação à identidade humana. A violência e a paz se disputam os espaços. O Sl 8 mostra uma sociedade alternativa pensada a partir daquilo aparentemente fraco: as olelim crianças e os yanaqim lactantes (Sl 8,3). O grito das criancinhas, o grito dos/as oprimidos/as, unido ao grito da criação, se compara à dor de parto, com o qual inicia a vida. Trata-se de um grito que busca transformar os trajetos entortados da história. Esses são indícios da esperança que distingue a teologia dos/as pobres. Os Sl 3-7 e 11-14 continuam a apresentar a situação dos/as pobres. Às vezes, localizam-se os conceitos: ani oprimido e ebyon pobre , outras, recorre-se a novos sinônimos como has͇id fiel e sadiq justo . Esses salmos demonstram que os/as pobres estão presentes também nos textos onde tais conceitos não aparecem. As agrupações (Sl 3-7 e 11-14) são uma pausa na subunidade (Sl 3-14), não uma quebra de sentido com os Sl 8; 9 e 10. Finalmente, se localiza na sociedade dos Sl 3-14, o Modo de Produção Tributário. As teorias das ciências econômica, arqueológica, histórica, contribuem com a compreensão do universo sóciopolítico gerador de pobres.
Abstract: The research, in 5 chapters, develops the theme of the poor as a social category in Ps 3-14, subunit of the first book of the Psalter (Psalms 3-41). The Psalms 3-14 are attributed to David, the fact is related to the schools and their theologies present in the final edition of the Psalter. These Psalms were born in the peasant communities of ancient Israel, which were later improved and adapted by groups of official singers in the temple of Jerusalem. The Psalms 3-14 are characterized by the individual lament and supplication. They belong to a collection of pre-exilic, but concentrate in the late post-exilic texts. The places they occupy were strategically thought. The Psalms 9; 10 introduce hebrew concepts that identify the poor: dak, ani, ebyon. They designate the free small peasants who still with access to land. Throughout the ancient Israel history they did not suffer sudden changes as a social category, however, there are some notable features are that distinguish them in the periods corresponding to the first and the second temple of Jerusalem. Moreover, the Psalms 9; 10 show synonymous words that may identify them: hellkah "poor / unfortunate" and naqi "innocent." Despite the small variations of the concepts, all point to a social category, with the right to appeal in court, though with weak legal influence. This community has theological identity. Yahweh is presented as its counsel. The depletion in Psalter is something dramatic, because the face of the poor is the very face of Yahweh. Poverty is not a matter of misfortune or of spirituality. It is generated by a social-political system, intelligently planned, that does not allow the countryside people to progress as farmers. This powerful sector, domestic or foreign, is identified in the texts, with the following concepts: goyim "nations," sorerim "aggressors", oyebim "enemies", raxa im "unfair/ unjust . Their domain is supported by violence and weapons. The ideology of the dominant systems is fundamental in the interpretation of texts. The psalmists society presents the crises in relation to human identity. The violence and peace are vying for space. The Ps 8 shows an alternative society thought from the point of view of what appears weak: the olelim "children" and yanaqim "lactating" (Ps 8:3). The cries of little children, the cry of the oppressed, joined to the cry of creation, are comparable with the labor pain, from which life begins. It is a cry that seeks to transform the bent paths of history. These are signs of hope that distinguishes the theology of the poor. The Psalms 3-7 and 11-14 continue to present the reality of the poor. Sometimes the concepts are located: ani oppressed and ebyon "poor", others resort to new synonyms as has͇id "faithful" and sadiq "fair/ just" These Psalms demonstrate that the poor are present even in the texts in which such concepts do not appear. The groupings (Ps 3-7 and 11-14) is a break in the subunit (Ps 3-14), without breaking the sense of Ps 8, 9 and 10. Finally, in the society of Ps 3-14 is located in the, tax mode of production. Theories of economic sciences, archaeological, historical, contribute to the understanding universe socio-political generator of the poor.
Keywords: salmos pobres opressão exegese social teologia esperança
Psalms - poor - oppression - social exegesis Theology hope
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: 1. Ciências Sociais e Religião 2. Literatura e Religião no Mundo Bíblico 3. Práxis Religiosa e Socie
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO
Citation: CABRERA, Santa ângela. Identificação e análise dos/as pobres como categoria social: uma pesquisa bíblica a partir de contextos histórico-sociais na subunidade dos Salmos 3-14. 2011. 320 f. Tese (Doutorado em 1. Ciências Sociais e Religião 2. Literatura e Religião no Mundo Bíblico 3. Práxis Religiosa e Socie) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2011.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/200
Issue Date: 5-Dec-2011
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Ciencias da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Santa Angela Cabrera.pdf1.82 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.