???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1646
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCosta, Emerson Roberto da-
dc.contributor.advisor1Souza, Sandra Duarte de-
dc.contributor.referee1Barrera Rivera , Dario Paulo-
dc.contributor.referee2Ribeiro, Flávio Augusto Senra-
dc.contributor.referee3Santos , Naira Carla Di Giuseppe Pinheiro dos-
dc.contributor.referee4Silveira , Emerson Sena da-
dc.date.accessioned2017-06-09T21:45:16Z-
dc.date.issued2016-03-03-
dc.identifier.citationCosta, Emerson Roberto da. República Federativa Evangélica: uma análise de gênero sobre a laicidade no Brasil a partir da atuação dos/as parlamentares evangélicos/as no Congresso Nacional no exercício da 54ª Legislatura. 2016. [222 folhas]. Tese( Ciencias da Religiao) - Universidade Metodista de Sao Paulo, [São Bernardo do Campo] .por
dc.identifier.urihttp://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1646-
dc.description.resumoEssa pesquisa objetiva a análise da relação entre religião e política, em perspectiva de gênero considerando a atuação de parlamentares evangélicos/as na 54ª Legislatura (de 2011 a 2014) e a forma de intervenção desses atores no espaço político brasileiro quanto à promulgação de leis e ao desenvolvimento de políticas públicas que contemplem, dentre outras, a regulamentação do aborto, a criminalização da homofobia, a união estável entre pessoas do mesmo sexo e os desafios oriundos dessa posição para o Estado Brasileiro que se posiciona como laico. Ora, se laico remete à ideia de neutralidade estatal em matéria religiosa, legislar legitimado por determinados princípios fundamentados em doutrinas religiosas, pode sugerir a supressão da liberdade e da igualdade, o não reconhecimento da diversidade e da pluralidade e a ausência de limites entre os interesses públicos / coletivos e privados / particulares. Os procedimentos metodológicos para o desenvolvimento dessa pesquisa fundamentam-se na análise e interpretação bibliográfica visando estabelecer a relação entre religião e política, a conceituação, qualificação e tipificação do fenômeno da laicidade; levantamento documental; análise dos discursos de parlamentares evangélicos/as divulgados pela mídia, proferidos no plenário e adotados para embasar projetos de leis; pesquisa qualitativa com a realização de entrevistas e observações das posturas públicas adotadas pelos/as parlamentares integrantes da Frente Parlamentar Evangélica - FPE. Porquanto, os postulados das Ciências da Religião devidamente correlacionados com a interpretação do conjunto de dados obtidos no campo de pesquisa podem identificar o lugar do religioso na sociedade de forma interativa com as interfaces da laicidade visando aprofundar a compreensão sobre a democracia, sobre o lugar da religião nas sociedades contemporâneas e sobre os direitos difusos, coletivos e individuais das pessoas.por
dc.description.abstractThis research aims to analyze the relationship between religion and politics under the gender perspective considering the role of evangelical parliamentarians in the 54th Legislature (2011-2014) and how they intervene in the Brazilian political space as the enactment of laws and the development of public policies that comprehend, among others, the regulation of abortion, criminalization of homophobia, the stable union between people of the same sex and the challenges resulting from this position for the Brazilian State that has positioned itself as laic. But if laic refers to the idea of state neutrality in religious matters, legislate legitimized by certain principles based on religious doctrines may suggest the suppression of freedom and equality, the lack of diversity and plurality recognition and the absence of boundaries between public, collective and private or personal interests. The methodological procedures for development of this research are based on the analysis and interpretation of literature in order to establish the relationship between religion and politics, the conceptualization, qualification and classification of phenomenon of laicity; documentary survey; analysis of the speeches of evangelical parliamentarians published by media, delivered in the plenary session or adopted to support projects laws; qualitative research with interviews and observation of public postures adopted of parliamentary members of Frente Parlamentar Evangélica– FPE (Evangelical Parliamentary Front). In this sense, the postulates of Religious Studies, properly correlated with the interpretation of the data set obtained in the search field, may identify the place of the religious one in the society interactively with the laicity interfaces aiming to deepen the understanding regarding democracy, the role of religion in contemporary societies and the diffuse, collective and individual rights of people.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Noeme Timbo (noeme.timbo@metodista.br) on 2017-06-09T21:45:16Z No. of bitstreams: 1 EmersonCosta.pdf: 3016045 bytes, checksum: c389aa4dcde073d0094d1702cf6faf44 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-06-09T21:45:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 EmersonCosta.pdf: 3016045 bytes, checksum: c389aa4dcde073d0094d1702cf6faf44 (MD5) Previous issue date: 2016-03-03eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttp://tede.metodista.br/jspui/retrieve/3766/EmersonCosta.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Metodista de Sao Paulopor
dc.publisher.departmentCiencias da Religiao:Programa de Pos Graduacao em Ciencias da Religiaopor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsIMSpor
dc.publisher.programCiencias da Religiaopor
dc.relation.referencesBIBLIOGRAFIA ADRIASOLA, Gabriel. El modelo uruguayo de despenalización del aborto: análisis de la ley 18.987.Montevideo: CLAEH & Fundación de Cultura Universitária, 2014. ALENCAR, Gedeon Freire. Todo poder aos pastores, todo trabalho ao povo e todo louvor a Deus. Assembleia de Deus – origem, implantação e militância nas quatro primeiras décadas – 1911 – 1946. 2000. 161 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) – Programa de Pós Graduação em Ciências Religião, Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2000. ALMEIDA, Alberto Carlos & CHEIBUB, Zairo B. Uma vela a deus, um voto. In: Insight Inteligencia, janeiro – março 2003, pp. 69 – 86. Disponível em: <http://www.insightinteligencia.com.br/20/PDF/0520.pdf>. Acesso 03/06/2013. ALMEIDA, Jorge. Como vota o brasileiro: perfil ideológico do eleitor e evolução do voto nas pesquisas de opinião de 1994. São Paulo: Xamã, 1998. ALONSO, Leandro Seawright. Entre Deus, Diabo e Dilma – as narrativas evangélicas fundamentalistas nas eleições 2010. In: Estudos de Religião, v. 27, n. 1, pp. 202-218, jan.-jun. 2013. ALONSO, Leandro Seawright. Entre Deus, Diabo e Dilma: messianismo evangélico nas eleições 2010. São Paulo: Fonte Editorial, 2012. ALVES, Rubem Azevedo. Protestantismo e Repressão. São Paulo: Ática, 1979. ALVES, Rubem. A volta do sagrado: os caminhos da sociologia da religião no Brasil. In: Religião e Sociedade, n. 3, 1978. ANTONIAZZI, T. Nem anjos, nem demônios: Interpretações Sociológicas do Pentecostalismo. Petrópolis: Vozes, 1994. ARAUJO, José Prata. Um retrato do Brasil: balanço do governo Lula. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2006. ARENDT, Hannah. A condição humana. Tradução de Roberto Raposo. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 10. ed. 2009. AUGÉ, Marc. Não lugares. Introdução a uma antropologia da supermodernidade. São Paulo: Papirus, 1994. BAPTISTA, Saulo de Tarso Cerqueira. Pentecostais e neopentecostais na política brasileira: um estudo sobre cultura política, Estado e atores coletivos religiosos no Brasil. São Paulo: Annablume; São Bernardo do Campo: Instituto Metodista Izabela Hendrix, 2009. BAPTISTA, Saulo de Tarso Cerqueira. Cultura política brasileira, práticas pentecostais e neopentecostais: presença da Assembleia de Deus e da Igreja Universal do Reino de Deus no Congresso Nacional 1999-2006. 2007. 562 f. Tese (doutorado em Ciências da Religião) - Faculdade de Filosofia e Ciências da Religião da Universidade Metodista de São Paulo: São Bernardo do Campo, 2007. Disponível em: <http://ibict.metodista.br/tedeSimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=613>. Acesso em: 29/fev/2014. BASTIAN, Jean-Pierre. La Mutación Religiosa de América Latina: Para uma sociologia Del cambio social em La modernidad periférica. México: Fondo de Cultura Econômica, 1997. BAUBERÓT, Jean & MILOT, Micheline. Laïcités sans frontières. Paris: Éditions du Seuil, 2011. BAUBÉROT, Jean. Histoire de la laïcité en France. 4. éd. Paris: PUF, 2007. BAUBÉROT, Jean. L’intégrisme républicain contre la laïcité. La Tour d’Aigues: l’Aube, 2006. BAUBÉROT, Jean. Laïcité 1905-2005, entre passion et raison. Paris: Seuil, 2004. BAUBÉROT, Jean. Les avatars de la culture laique. In: Vingtième Siècle. Revue D’histoire, no. 44, out-dez, 1994 (a), p. 51-57. BAUBÉROT, Jean (éd.). Religions et laïcité dans l’Europe des Douze. Paris: Syros, 1994 (b). BAUBÉROT, Jean. En 1990, la laïcité pour une confession minoritaire: le protestantisme. In: BOST, Hubert (ed.). Genèse et enjeux de la laïcité. Genève: Labor et Fides, 1990. BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Tradução: Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. BAUMAN, Zygmunt. Modernidade e ambivalência. Tradução: Marcus Penchel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1999. BEAUVOIR, Simone de. O segundo sexo. Tradução: Sérgio Milliet. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980. BERGER, Peter. A dessecularização do mundo: uma visão global. In: Religião e Sociedade, v. 21, n. 1, ano 2001, pp. 9 – 24. BERGER, Peter Ludwig. Rumor de anjos: a sociedade moderna e a redescoberta do sobrenatural. Tradução: Waldemar Boff e Jaime A. Clasen. São Paulo: Vozes, 1997. BERGER, Peter Ludwig. O dossel sagrado: elementos para uma teoria sociológica da religião. Luiz Roberto Benedetti (Org.). Tradução: José Carlos Barcellos. São Paulo: Paulus, 1985. BERGER, P. & LUCKMANN, T. A Construção Social da Realidade. Tradução: Horiano de Souza Fernandes. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998. BERIAIN, Josetxo. La lucha de los dioses en la modernidad. Del monoteísmo religiosos al politeísmo cultural. Navarra: Antrophos, 2000. BERMAN, Marshall. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1986. BIROLI, Flavia. Agentes imperfeitos: contribuições do feminismo para a análise da relação entre autonomia, preferências e democracia. In: Revista Brasileira de Ciência Política, n. 9, p. 7 – 38. 2012. BIROLI, Flavia. Gênero e família em uma sociedade justa: adesão e crítica à imparcialidade no debate contemporâneo sobre justiça. In: Revista de Sociologia e Política, v. 18, n. 36, p. 51 – 65. 2010. BLANCARTE, Roberto. América Latina: entre pluri-confesionalidad y laicidad. In: Civitas. Porto Alegre, v. 11, n. 2, pp. 182-206. Maio-agosto 2011. BLANCARTE, Roberto. El por qué de un Estado laico. In: BLANCARTE, Roberto (coord.). Los retos de la laicidad y la secularización en el mundo contemporâneo. México: El Colegio de México, 2008. Disponível em: <https://laicismo.org/data/docs/archivo_1479.pdf>. Acesso em 07/03/2015. BLANCARTE, Roberto. Laicidad: la construcción de un concepto de validez universal. In: VELÁZQUEZ, Nestor da Costa (org.). Laicidad en América Latina y Europa: repensando lo religioso entre lo público y lo privado en el siglo XXI. Montevideo: CLAEH, 2006. BLANCARTE, Roberto. Laicidad y secularización en México. In: Estudios Sociológicos, México, XIX, 57, pp. 843 – 855. 2001. BLANCARTE, Roberto. Retos y perspectivas de la laicidad mexicana. In: BLANCARTE, Roberto. Laicidad y valores en un Estado democrático. México, D.F.: El Colegio de México – Secretaría de Gobernación, 2000. BOBBIO, Norberto; MATTEUCCI, Nicola & PASQUINO, Gianfranco. Estado Contemporâneo. In: Dicionário de política. 13. ed. vol. 1. Brasília: UnB, 2010a. BOBBIO, Norberto; MATTEUCCI, Nicola & PASQUINO, Gianfranco. Laicismo. In: Dicionário de política. 13. ed. vol. 2. Brasília: UnB, 2010b. BOBBIO, Norberto. Liberalismo e democracia. Tradução: Marco Aurélio Nogueira. São Paulo: Brasiliense, 1997. BOURDIEU, Pierre. O Poder simbólico. Tradução: Fernando Tomaz. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007. BOURDIEU, Pierre. A Economia das Trocas Simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 1992. BOURDIEU, Pierre. O desencantamento do mundo: estruturas econômicas e estruturas temporais. São Paulo: Perspectiva, 1979. BOVAY, Claude. Religion et reproduction de l’asymétrie. In: Archives de Sciences Sociales des Religion. Paris, 1996, pp. 143-161. BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: texto constitucional promulgado em 5 de outubro de 1988, com as alterações adotadas pelas Emendas Constitucionais 1/1992 a 67/2010, pelo Decreto Legislativo 186/2008 e pelas Emendas Constitucionais 1 a 6/1994. Brasília: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, 2011. BRÉCHON, Pierre et WILLAIME, Jean-Paul (sous la direction de). Médias et religions en miroir. Paris: PUF, 2000. BRUCE, Steve. Religion in the Modern World. From the Cathedrals to cults. New York: Oxford University Press, 1996. BURITY, Joanildo A. & MACHADO, Maria das Dores C. (Org.). Os votos de Deus: evangélicos, política e eleições no Brasil. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Ed. Massangana, 2006. BURITY, Joanildo. Identidade e política no campo religioso. Recife: IPESPE, 1997. BURITY, Joanildo. Cultura e identidade no campo religioso. In: Estudos Sociedade e Agricultura, 9, outubro 1997, 137-177. BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003. CAETANO, Gerardo. El Uruguay Laico: matrices y revisiones. Montevideo: Taurus, 2013. CAETANO, Gerardo & GEYMONAT, Roger. Cronologia Iglesia Catolica, Estado y Sociedad en el Uruguay Contemporaneo (1859 – 1989). In: GEYMONAT, Roger (org.). Las religiones en el Uruguay: algunas aproximaciones. Montevideo: Ediciones La Gotera, 2004. CAETANO, Gerardo (org.). La secularización uruguaya I (1859 – 1991). Montevideo: Taurus, 1997. CÂMARA DOS DEPUTADOS. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br/>. Acesso em março/2014. CAMPICHE, Roland J. Religion, statut social et identité feminine. In: Archives de Sciences Sociales des Religion. Paris, 1996, p. 69-94. CAMPICHE, Roland J. Individualisation du croir et recomposition de la religion. In: Archives des Sciences Sociales des Religions. Paris, no 81, 1993. CAMPOS, Leonildo Silveira. Os políticos de Cristo – uma análise do comportamento político de protestantes históricos e pentecostais no Brasil. In: BURITY, Joanildo A. & MACHADO, Maria das Dores C. (Org.). Os votos de Deus: evangélicos, política e eleições no Brasil. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Ed. Massangana, 2006. CAMPOS, Leonildo Silveira. De “políticos evangélicos” a “políticos de Cristo”: la trayectoria de las acciones y mentalidad política de los evangélicos brasileños en el passo del siglo XX al siglo XXI. In: Ciencias Sociales y Religión/Ciências Sociais e Religião, Porto Alegre, ano 7, n. 7, p. 157-186, setembro de 2005. CAMPOS, Leonildo Silveira. Protestantes na primeira fase do regime militar brasileiro: atos e retórica da Igreja Presbiteriana Independente (1964-1969). In: Estudos de Religião, SBC: UMESP, v. 16, n. 23, Julho/Dezembro de 2002. CAMPOS, Leonildo Silveira. Composições e recomposições do poder espiritual e político. In: Tempo e Presença, São Paulo: Koinonia, v. 22, n. 313, Setembro/outubro de 2000. CAMPOS, Leonildo Silveira. Teatro, templo e mercado: organização e marketing de um empreendimento neopentecostal. Petrópolis: Vozes; São Paulo: Simpósio Editora e Universidade Metodista de São Paulo, 1997. CARVALHO, José Murilo de. Mandonismo, Coronelismo, Clientelismo: uma discussão conceitual. In: Dados, v. 40, n. 2. Rio de Janeiro, 1997, pp. 229 – 250. CASANOVA, José. Public religions in the modern world. Chicago: The University of Chicago Press, 1994. CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999. CASTRO, Marcos de. 64: Conflito Igreja x Estado. Petrópolis: Vozes, 1984. CASTRO, Carmem Lúcia Freitas de; GONTIJO, Cynthia Rúbia Braga & AMABILE, Antônio Eduardo de Noronha (orgs.). Dicionário de políticas públicas. Barbacena: EdUEMG, 2012. CERIS – Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais. Disponível em: <www.ceris.org.br>. CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Tradução de Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis: Vozes, 2011. CHAMPION, Françoise. Entre laïcisation et sécularization. In: Le Débat, 77, nov-dec, 1993, pp. 46-72. CHAMPION, Françoise. Les sociologues de la pós-modernité religieuse et la nébuleuse mystique-ésoterique. In : Archives des Sciences Sociales des Religions, 67/1, 1989. COHEN, Stanley. Folk Devils and Moral Panics: The Creation of Mods and Rockers. London: MacGibbon & Kee, 1972. COHEN, Jean L. Regulating intimacy. Princeton: Princeton University Press, 2002. CONDE, Emilio. Historia das assembleias de Deus no Brasil. Rio de Janeiro: [s.n.], 1960. CONDE, Emilio. O testemunho dos séculos: história e doutrina. Rio de Janeiro: CEDI, 1960. CONGRESSO NACIONAL. Disponível em: <http://www.congressonacional.leg.br/portal >. Acesso em agosto/2013. CUCHE, Denys. A noção de cultura nas Ciências Sociais. Bauru: EDUSC, 1999. CUNHA, Christina Vital da & LOPES, Paulo Victor Leite. Religião e política: uma análise da atuação de parlamentares evangélicos sobre direitos das mulheres e de LGBTs no Brasil. Rio de Janeiro: Fundação Heinrich Böll, 2012. CUNHA, Christina Vital da. Evangélicos e Doutrina no Ar: uma investigação sobre os evangélicos nas Comissões e Conselhos do Legislativo Nacional. Rio de Janeiro: ISER / FUNDAÇÃO FORD, 2008. CUNHA, Magali do Nascimento. Um olhar sobre a presença pública das igrejas evangélicas no Brasil: análise crítica e possibilidades futuras. In: CASTRO, Clóvis Pinto de; CUNHA, Magali do Nascimento; LOPES, Nicanor (Org.). Pastoral Urbana – Presença Pública da Igreja em Áreas Urbanas. São Bernardo do Campo: Editeo e IEPG, 2005. DANIEL, Silas. História da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil. Compilação de Silas Daniel. Rio de Janeiro: CPAD, 2004. DAVIE, Grace. Believing without belonging. Is this the future of religion in Britain. In: Social Compass. 1990, vol. 37. DIAP – Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar. Disponível em: <www.diap.org.br>. Acesso em abril/2012. DIAP. Radiografia do Novo Congresso. Legislatura 2003 – 2007. Série “Estudos Políticos” – Ano II Brasília / DF – Outubro de 2002. DINIZ, Debora & VÉLEZ, Ana Cristina Gonzalez. Aborto e razão pública: o desafio da anencefalia no Brasil. In: Mandrágora, ano 13, no. 13. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2007, pp. 22-32. DOMINGUES, Roberto Chateubriand. Entre normas e fatos, o direito de decidir: o debate sobre o aborto à luz dos princípios constitucionais. In: MAIA, Mônica Bara (org.). Direito de decidir: múltiplos olhares sobre o aborto. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2008. DUARTE, Luiz Fernando Dias [et al.]. Valores religiosos e legislação no Brasil: a tramitação de projetos de lei sobre temas morais controversos. Rio de Janeiro: Garamond, 2009. DUARTE, Tatiane dos Santos. A participação da Frente Parlamentar Evangélica no Legislativo Brasileiro: ação política e (in) vocação religiosa. In: Ciencias Sociales y Religión / Ciências Sociais e Religião, Porto Alegre, ano 14, n. 17, p. 53-76, Jul./Dic. 2012. ESTRUCH, Joan. El mito de la secularización. In: DIAZ-SALAZAR, Rafael; GINER, Salvador; VELASCO, Fernando (eds.). Formas modernas de religión, Madrid: Alianza Editorial, 1994, pp. 269 – 274. FARHAT, Said. Lobby: o que é e como se faz: ética e transparência na representação junto a governos. São Paulo: ABERJE, 2007. FERNANDES, Rubem; SANCHIS, P.; VELHO, C.; PIQUET, L.; MARIZ, C. & MAFRA, C. Novo nascimento: os evangélicos em casa, na política e na igreja. Rio de Janeiro, Mauad, 1998. FERREIRA, Beth. Plataforma feminista: em defesa da igualdade e da cidadania feminina. Brasília: CFEMEA, 2010, 16 p. FINKE, R. e STARK, R. Why “mainline” denominations decline: an examination of social change within the institution of religion. In: FERGUSON, S. J. Mapping the social landscape: readings in sociology. New York: McGraw-Hill, 2002, pp. 495-509. FISCHMANN, Roseli. A proposta de concordata com a Santa Fé e o debate na Câmara Federal. In: Educ. Soc., vol. 30, n. 107, p. 563 – 583. Campinas: maio / agosto 2009. Disponível em: <www.cedes.unicamp.br>. Acesso em: março/2014. FLOR, Ana. Dilma suspende ‘kit gay’ após protesto da bancada evangélica. In: Folha de S. Paulo. Disponível em: <www.folha.uol.com.br>. Acesso em 25 de maio de 2011. FLORENZANO, Modesto. Sobre as origens e o desenvolvimento do Estado moderno no Ocidente. In: Lua Nova, São Paulo, v. 71, pp. 11-39, 2007. FOLHA DE S. PAULO. Disponível em: <www.folha.uol.com.br>. FONSECA, Alexandre Brasil Fonseca. A maior bancada evangélica. In: Tempo e presença, n. 302, novembro – dezembro, 1998, pp. 20 – 23. FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. Tradução de Lígia M. Ponde Vassallo. Petrópolis: Vozes, 1991. FOUCAULT, Michel. A Vontade de Saber – História da Sexualidade I. Rio de Janeiro: Graal, 1985. FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Organização e Tradução: Roberto Machado. Rio de Janeiro: Edições Gerais, 1979. FRASER, Nancy. Justice interruptus: critical reflectuons on the “postsocialist” condition. New York: Routledge, 1997. FRASER, Nancy. Rethinking the public sphere: a contribution to the critique of actually existing democracy. In: CALHOUN, Craig (ed.). Habermas and the public sphere. Cambridge (MA): The MIT Press, 1992. FRENTE PARLAMENTAR EVANGÉLICA. Disponível em: <http://frenteparlamentarevangelica.blogspot.com.br>. Consultas efetuadas no período junho-julho/2012. Disponível em: <https://www.facebook.com/frenteparlamentarevangelica.fpe>. Acesso em fevereiro/2014. FRESTON, Paul. Las dos transiciones futuras: católicos, protestantes y sociedade en América Latina. In: GUMUCIO, Cristian Parker (org.). Religión, política y cultura en América Latina: nuevas miradas. Santiago: Instituto de Estudios Avanzados – Universid de Santiago de Chile, 2012. FRESTON, Paul. Breve história do pentecostalismo brasileiro. In: ANTONIAZZI, T. Nem anjos, nem demônios: Interpretações Sociológicas do Pentecostalismo. Petrópolis: Vozes, 1994 (a). pp. 67-159. FRESTON, Paul. Evangélicos na Política Brasileira: História Ambígua e Desafio Ético. Curitiba: Encontrão Editora, 1994 (b). FRESTON, Paul. Evangélicos na política brasileira. In: Religião e sociedade, n. 16, 1 – 2, novembro de 1992, pp. 26 – 44. GALLINO, Luciano. Dicionario de Sociología. Mexico: Siglo XXI, 2001. GASPARD, Françoise. O véu da disputa. In: Mandrágora, ano 13, no. 13. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2007, pp. 107-116. GAUCHET, Marcel. La religion dans la démocratie. Parcours de la laïcité. Paris: Gallimard, 1998. GAUCHET, Marcel. Le désenchantement du monde. Une histoire politique de la religion. Paris: Gallimard, 1985. GEERTZ, Clifford. O saber local: novos ensaios em antropologia interpretativa. Tradução: Vera Mello Joscelyne. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997. GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989. GEYMONAT, Roger (org.). Las religiones em el Uruguay: algunas aproximaciones. Montevideo: Ediciones La Gotera, 2004. GIDDENS, Antony. Modernidade e identidade. Tradução: Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2002. GIDDENS, Antony et alii. Modernização reflexiva. Política, tradição e estética na ordem social moderna. São Paulo: Unesp, 1997. GIDDENS, Antony. As consequências da modernidade. Tradução: Raul Fiker. São Paulo: Unesp, 1991. GILLIGAN, Carol. In a diferente voice. Cambridge (MA): Harvard University Press, 1982. GIRARDET, Raoul. Mitos e Mitologias Políticas. Tradução: Maria Lucia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 1987. GOMES, Edlaine de Campos. A religião em discurso: a retórica parlamentar sobre o aborto. In: DUARTE, Luiz Fernando Dias [et al.]. Valores religiosos e legislação no Brasil: a tramitação de projetos de lei sobre temas morais controversos. Rio de Janeiro: Garamond, 2009. GROSSI, Miriam Pillar; LAGO, Mara Coelho de Souza & NUERNBER, Adriano Henrique (orgs.). Estudos in(ter)disciplinados: gênero, feminismo, sexualidade. Florianópolis: Ed. Mulheres, 2010. GUMUCIO, Cristian Parker (org.). Religión, política y cultura en América Latina: nuevas miradas. Santiago: Instituto de Estudios Avanzados – Universid de Santiago de Chile, 2012. HABERMAS, Jurgen. A mudança estrutural na esfera pública. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1984. HALL, Stuart et alli. Policing the Crisis: Mugging, the State, and Law and Order. London: Macmillan, 1978. HARDING, Sandra. A instabilidade das categorias analíticas na teoria feminista. In: Estudos Feministas, 1 (1). Rio de Janeiro, CIEC/ECO/UFRJ, 1993, pp. 7-32. HERVIEU-LÉGER, Daniele. La religion pour memoire. Paris: Les Editions du Cerf, 2008. HERVIEU-LÉGER, Danièle. La Religión, hilo de memoria. Barcelona: Herder, 2005. HERVIEU-LÉGER Danièle. Le pèlerin et le converti. La religion em mouvement. Paris: Flammarion, 1999. HERVIEU-LÉGER, Danièle ET DAVIE, Grace. Le Déferlement spirituel des nouveaux mouvements religieux. In: DAVIE, Grace et HERVIEU-LÉGER, Danièle. (Sous la direction de) Identités religieuses en Europe. Paris: La Découverte, 1996. HOCHMAN, Gilberto; ARRETCHE, Marta & MARQUES, Eduardo (orgs.). Políticas públicas no Brasil. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2007. HUNT, Mary E. O direito humano à justiça reprodutiva: uma perspectiva feminista teo-ética. In: Mandrágora, v. 13, n. 13, p. 39 - 44, 2007, São Bernardo do Campo: Metodista. IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: <www.ibge.gov.br>. ISAMBERT, François André. Le ‘désenchantement’ du monde: non-sens ou renouveau du sens. In: Archives de sciences sociales des religions. 1986, nº 61. ISAMBERT, François Andre. La sécularisation interne du christianisme. In: Revue française de sociologie, vol XVII, 1976. ISER – Instituto de Estudos da Religião. Disponível em: <www.iser.org.br>. ISTO É. Disponível em: <www.istoe.com.br>. JACOB, César Romero. Atlas de filiação religiosa e indicadores sociais no Brasil. Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio; São Paulo: Loyola, 2003. JUSBRASIL. Disponível em <www.jusbrasil.com.br>. KEPEL, Gilles. A revanche de Deus. São Paulo: Siciliano, 1992. KOLAKOWSKI, Leskek. A revanche do sagrado na cultura profana. In: Religião e Sociedade, 1, 1997, pp. 153 - 162. LANTERNARI, Vittorio. A Religião dos oprimidos: um estudo dos modernos cultos messiânicos. São Paulo: Perspectiva, 1974. LAURETIS, T. A tecnologia do gênero. In: HOLLANDA, B.H. Tendências e impasses: o feminismo como crítica da cultura. Rio de Janeiro: Rocco, 1994. LAZARTE, Juan. Laicismo y libertad: impacto de las religiones en las culturas humanas. Montevideo: Cátedra Lisandro de la Torre. 1959. LEAL, Luciana Nunes. Líder da Assembleia de Deus afirma: “Dilma tem que fazer manifestações públicas claras contra o aborto”. In: O Estado de S. Paulo. Disponível em: <www.estadao.com.br>. Acesso em 06/10/2010. LIBÂNIO, J. B. As lógicas da cidade, o impacto sobre a fé e sob o impacto da fé. São Paulo: Loyola, 2002. LIMA, Vandson. Sucesso eleitoral da Assembleia de Deus é 3 vezes maior que o do PT. In: Valor Econômico. Disponível em: <www.valor.com.br>. Acesso em 01/08/2011. LOREA, Roberto Arriada. O juiz e o sagrado. In: CUNHA, Christina Vital da & LOPES, Paulo Victor Leite. Religião e política: uma análise da atuação de parlamentares evangélicos sobre direitos das mulheres e de LGBTs no Brasil. Rio de Janeiro: Fundação Heinrich Böll, 2012. LOWI, Theodore. O Estado e a ciência política ou como nos convertemos naquilo que estudamos. In: Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais, São Paulo, n. 54, pp. 3–14, 1994. LOWI, Theodore. American Business, Public Policy, Case-Studies and Political Theory. In: World Politics. vol. XVI, n.4, pp.677-715, 1964. LOWNEY, Kathleen S. Baring our souls: tv talk shows and the religion of recovery. In: FERGUSON, S. J. Mapping the social landscape: readings in sociology. New York: McGraw-Hill, 2002, pp. 509-519. LYOTARD, François. O pós-moderno. Rio de Janeiro: José Olimpyo, 1988. MACEDO, Carmem Cinira. Imagem do eterno: religiões do Brasil. São Paulo: Moderna, 1989. MACHADO, Maria das Dores Campos. Aborto e ativismo religioso nas eleições de 2010. In: Revista Brasileira de Ciência Política, nº7. Brasília: janeiro - abril de 2012, pp. 25-54. MACHADO, Maria das Dores C. & PICOLLO, Fernanda Delvalhas (orgs.). Religiões e homossexualidades. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2010. MACHADO, Maria das Dores C. & BURITY, Joanildo A. (Orgs.). Os votos de Deus: evangélicos, política e eleições no Brasil. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Ed. Massangana, 2006 (a). MACHADO, Maria das Dores Campos. Política e Religião: a participação dos evangélicos nas eleições. Rio de Janeiro: FGV, 2006 (b). MACHADO, Maria das Dores Campos. Representações e relações de gênero nos grupos pentecostais. In: Revista Estudos Feministas. Vol. 13, n. 2, maio / agosto de 2005. pp. 377-386. MACHADO, Maria das Dores C. Existe um estilo evangélico de fazer política? In: BIRMAN, Patricia (org.). Religião e espaço público. São Paulo: Attar, 2003, pp. 283 – 307. MACHADO, Maria das Dores Campos. Carismáticos e Pentecostais: adesão religiosa na esfera familiar. Campinas: Autores Associados; São Paulo: ANPOCS, 1996. MACKINNON, Catherine A. Women’s lives, men’s laws. Cambridge: Harvard (MA): Harvard University Prees, 2005. MACKINNON, Catherine A. Toward a feminist theory of the State. Cambridge: Harvard (MA): Harvard University Prees, 1989. MADURO, Otto. Religião e luta de classes: quadro teórico para a análise de suas inter-relações na América Latina. Tradução: Clarêncio Neotti e Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis, RJ: Vozes, 1980. MAIA, Mônica Bara (org.). Direito de decidir: múltiplos olhares sobre o aborto. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2008. MALLIMACI, Fortunato. Diversidad Catolica en una sociedad globalizada y excluyente. Una mirada al fin del milênio desde argentina. In: Sociedad y Religion, n. 14 / 15, Bogota, 1996. MARIANO, Ricardo (org.). Dossiê Laicidades em debate. In: Civitas. Porto Alegre, v. 11, n. 2. Maio – agosto/ 2011a. MARIANO, Ricardo. Laicidade à brasileira: católicos, pentecostais e laicos em disputa na esfera pública. In: Civitas. Porto Alegre, v. 11, n. 2. Maio – agosto/ 2011b. p. 238-258. MARIANO, Ricardo; HOFF, Marcio & DANTAS, Toty. Evangélicos sanguessugas, presidenciáveis e candidatos gaúchos: a disputa pelo voto dos grupos evangélicos. In: ORO, Ari Pedro (org.). Religião e política: eleições 2006. Debates do NER, Porto Alegre, ano 7, n.10, jul./dez/2006. MARIANO, Ricardo. Neopentecostais: Sociologia do no pentecostalismo no Brasil. São Paulo: Edições Loyola, 1999. MARIANO, Ricardo & PIERUCCI, Antonio Flavio. O envolvimento dos pentecostais na eleição de Collor. In: Novos Estudos, CEBRAP, n. 34, novembro, 1992, pp. 92 – 106. MARRAMAO, Giacomo. Céu e Terra. Genealogia da secularização. Tradução: Guilhere Alberto Gomez de Andrade. São Paulo: UNESP, 1997. MARRAMAO, Giacomo. Poder e secularização. As categorias do tempo. São Paulo: Unesp, 1995. MARTELLI, Stefano. A religião na sociedade pós-moderna. Entre secularização e dessecularização. São Paulo: Paulinas, 1995. MARTIN, David. Remise en question de la théorie de la sécularisation. In: DAVIE, Grace et HERVIEU-LÉGER, Danièle (Sous la direction de) Identités religieuses en Europe. Paris: La Découverte, 1996. MARTIN, David. General theory of secularization. Londres: Harper Colophon Books, 1978. MENDONCA, Antônio Gouvea. Protestantes, pentecostais e ecumênicos: o campo religioso e seus personagens. Organização de Leonildo Silveira Campos. São Bernardo do Campo: UMESP, 2008. MENDONÇA, Antônio Gouveia. O Celeste Porvir: A inserção do Protestantismo no Brasil. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo: 2008. MENDONCA, Antônio Gouvea & VELASQUES FILHO, Procoro. Introdução ao protestantismo no Brasil. São Paulo: Loyola, 1990. MENDONÇA, Antônio Gouveia. Um panorama do protestantismo brasileiro atual. In: Sinais dos tempos: tradições religiosas no Brasil. Cadernos do ISER, 22, 1989, pp. 37 – 86. MÉXICO. Secretaria de Gobernación. Ley de Asociaciones Religiosas y Culto Publico. Diario Oficial de la Federación; Órgano del Gobierno Constitucuional de los Estados Mexicanos. Disponível em: <http://www.diputados.gob.mx/LeyesBiblio/regley/Reg_LARCP.pdf>. Acesso em: 30/11/2015. MIGUEL Luis Felipe & BIROLI, Flavia (orgs.). Teoria política feminista: textos centrais. Vinhedo: Editora Horizonte, 2013. MILOT, Micheline. La laicidad. Madrid: Editorial CCS, 2009 a. MILOT, Micheline. Tipologías de la laicidade. Madri: julho de 2009 b. MIRANDA, Julia. Nós, vocês e eles: os desafios de uma convivência (in) desejada. In: BURITY, Joanildo A. & MACHADO, Maria das Dores C. (Org.). Os votos de Deus: evangélicos, política e eleições no Brasil. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Ed. Massangana, 2006. MIRANDA, Julia. Carisma, sociedade e política. Novas linguagens do religioso e do político. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1999. MIRANDA, Júlia. O jeito cristão de fazer política: representações, rituais e discursos nas candidaturas pentecostais e carismáticas. In: BARREIRA, Irlys; PALMEIRA, M. (orgs.). Candidatos e candidaturas: enredos de campanha eleitoral no Brasil. São Paulo: Annablume, 1998. MISKOLCI, Richard. Pânicos morais e controle social: reflexões sobre o casamento gay. In: Cadernos PAGU. v. 28, janeiro-junho de 2007: pp. 101-128. MOUFFE, Chantal. Religião, democracia liberal e cidadania. In: MACHADO, Maria das Dores C. & BURITY, Joanildo A. (Orgs.). Os votos de Deus: evangélicos, política e eleições no Brasil. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Ed. Massangana, 2006, pp. 15 – 27. MUSSKOPF, André S. A relação entre diversidade religiosa e diversidade sexual: um desafio para os direitos humanos e o Estado Laico. In: Estudos de Religião. V. 27, n. 1. pp. 157 – 176, jan – jun 2013. MUTRAN, M. H. e CHIAMPI, I. (orgs.). A questão da modernidade. São Paulo: FFLCH/USP, 1993. NARDINI, Rafael & MARCELA, Rocha. Serra busca apoio da Assembleia de Deus; PT também vai atrás. In: Redação Terra. Disponível em: <www.terra.com.br>. Acesso em 30/09/2010. NATIVIDADE, Marcelo & LOPES, Paulo Victor Leite. Os direitos das pessoas GLBT e as respostas religiosas: da parceria civil à criminalização da homofobia. In: DUARTE, Luiz Fernando Dias [et al.]. Valores religiosos e legislação no Brasil: a tramitação de projetos de lei sobre temas morais controversos. Rio de Janeiro: Garamond, 2009. NASCIMENTO, Gilberto. A Fé no poder. In: Carta Capital, São Paulo: v. XV, n. 531, p. 8-13, 4 fev. 2009. NIEHBUR, H. Richard. A responsabilidade da Igreja pela Sociedade. Extratos do texto original The Responsibility of the Church for the Society, capítulo V do livro LaTourette, Kenneth Scott (ed.). The Gospel the World and the Church [O Evangelho, o Mundo e a Igreja]. Harper Bros., 1946. [Traduzido do inglês por Magali do Nascimento Cunha]. NOVAES, Regina. Os jovens, os ventos secularizantes e o espírito do tempo. In: As religiões no Brasil continuidades e rupturas. Faustino Teixeira e Renata Menezes (orgs.). Petrópolis: Vozes, 2006. NOVAES, Regina. A divina política. Notas sobre as relações delicadas entre religião e política. In: Revista USP, n. 49, p. 60 – 81. São Paulo: março / maio 2001. OBSERVATORIO DEL LAICISMO. Disponível em: <https://laicismo.org>. Acesso em: 15/04/2015. O DIARIO. Bancada Evangélica pressiona e PL 122/06 é adiada. Disponível em: <odiario.com>. Acesso em 13 de maio de 2011. O ESTADO DE S. PAULO. Disponível em: <www.estadao.com.br>. OKIN, Susan Moller. Is multiculralism bad for women? Ed. Joshua Cohen, Matthew Howard e Martha C. Nussbaum. Princeton: Princeton University Press, 1999. OKIN, Susan Moller. Justice, gender and the family. New York: Basic Books, 1989. OLIVEIRA, Pedro A. Ribeiro de (Org.). Fé e política: fundamentos. Aparecida, SP: Ideias & Letras, 2004. ORO, Ari Pedro; GIUMBELLI, Emerson; STEIL, Carlos Alberto & CIPRIANI, Roberto (orgs.). A religião no espaço público: atores e objetos. São Paulo: Terceiro Nome, 2012. ORO, Ari Pedro & Mariano Ricardo. Eleições 2010: religião e política no Rio Grande do Sul e no Brasil. In: Debates do NER. Ano 10, n. 16. Porto Alegre: julho / dezembro 2010, pp. 9 – 34. ORO, Ari Pedro. A política da Igreja Universal e seus reflexos nos campos religioso e político brasileiros. In: Revista Brasileira de Ciências Sociais – Vol. 18, n. 53, outubro / 2003, pp. 53 – 69. ORO, Ari Pedro e STEIL Carlos Alberto (Orgs). Globalização e religião, São Paulo, Vozes, 1997. ORTIZ, Renato. Mundialização e cultura. São Paulo: Brasiliense, 2000. ORTIZ, Renato. Cultura e Modernidade. São Paulo: Brasiliense, 1991. PARANÁ, Denise. Lula, o filho do Brasil. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2008. PASSOS, João Décio (Org.). Movimentos do Espírito: matrizes, afinidades e territórios pentecostais. São Paulo: Paulinas, 2005 (a). PASSOS, João Décio. Pentecostais: origens e começos. São Paulo: Paulinas, 2005 (b). PATEMAN, Carole. Soberania individual e propriedade na pessoa. In: Revista Brasileira de Ciência Política, n. 1 p. 171 – 218, 2002. PATEMAN, Carole. The sexual contract. Stanford: Stanford University Press, 1988. PAUTASSI, Lauro C. Há igualdade ou desigualdade? Abrangência e limites das ações afirmativas. In: Revista Sur – Revista Internacional de Direitos Humanos, ano 4, n. 6, 2007. PÉREZ PEREYRA, Luis Eduardo. Democracia, en la libertad, la laicidad, el humanismo: laicimanismo. Montevideo: [s.n.], 1961 (Impresora Chiesa Hnos.). PHILLIPS, Anne. Gender and culture. Oxford: Polity, 2011. PHILLIPS, Anne. Multiculturalism without culture. Princeton; Princeton University Press, 2007. PIERUCCI, A. Flávio. O Desencantamento do mundo. Todos os passos do conceito em Max Weber, São Paulo, Editora 34, 2003. PIERUCCI, A. Flávio. Reencantamento e Dessecularização: A propósito do Auto-engano em Sociologia da Religião. In: Novos Estudos, 49. São Paulo: Cebrap, 1997. PIERUCCI, A. Flávio & PRANDI, Reginaldo. A realidade social das religiões no Brasil. São Paulo: Hucitec, 1996. PIERUCCI, A. Flávio & PRANDI, Reginaldo. Religiões e voto: a eleição presidencial de 1994. In: Opinião Pública, vol. III, n. 1, maio, 1995, pp. 32 – 63. PIERUCCI, A. Flávio. Representantes de Deus em Brasília: a bancada evangélica na Constituinte. In: Anpocs, Ciências Sociais Hoje, 1989. São Paulo: Vértice/Editora Revista dos Tribunais/Anpocs, pp. 104-132. PIRES, Carol. Em carta, Dilma assina compromisso contra o aborto. In: O Estado de S. Paulo. Disponível em <www.estadao.com.br>. Acesso em 15 de outubro de 2010. PLAYBOY. Entrevista de Marco Feliciano. Ano 39, Nº 467, Abril de 2014, pp. 44 – 51 PORTAL TERRA. Disponível em: <www.terra.com.br>. PORTELLA, Rodrigo. A religião na sociedade secularizada: urdindo as tramas de um debate. In: Numen: revista de estudos e pesquisa da religião, Juiz de Fora, v. 11, n. 1 e 2, p. 33-53, 2008. PRANDI, Reginaldo. Religião paga, conversão e serviço. In: Novos Estudos, 45. São Paulo: Cebrap, jun. 1996. PRADO, Marco Aurélio Máximo & JUNQUEIRA, Rogério Diniz. Homofobia, hierarquização e humilhação social. In: VENTURI, Gustavo & BOKANY, Vilma (orgs.). Diversidade sexual e homofobia no Brasil. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2011. PROENÇA, Eduardo (org.). Aborto: perspectivas cristãs. In: Theologando 4. São Paulo: Fonte Editorial, 2010. QUEIROZ, Maria Isaura Pereira de. O messianismo no Brasil e no mundo. 2ª edição. São Paulo: Editora Alfa-Ômega, 1976. QUEIROZ, Maurício Vinhas de. Messianismo e conflito social. São Paulo: Ática, 1981. RAWLS, John. A theory of justice. Cambridge (MA): Harvard University Press, 1971. RITTER, Guillermo. El laicismo: su fundamento político filosófico y su crisis actual. República Oriental del Uruguay: Ministerio de Educación y Cultura, 1973. RIVERA, Dario Paulo Barrera. Laicidade, Religião e Direitos Humanos. In: ROSSI, Luiz Alexandre & JUNQUEIRA (ogs.). Religião, Direitos Humanos e Laicidade. São Paulo: Fonte Editorial, 2015. RIVERA, Dario Paulo Barrera. Pluralismo religioso e secularização: pentecostais na periferia da cidade de São Bernardo do Campo no Brasil. In: Revista de Estudos da Religião: março de 2010. pp. 50 – 76. RIVERA, Dario Paulo Barrera & HEATON, Tim. A diversidade religiosa brasileira e suas dimensões sociais segundo o Censo do ano 2000. In: Estudos de Religião, v. 23, n. 37, 129 – 145, Jul / Dez 2009. RIVERA, Dario Paulo Barrera. Matrizes protestantes do pentecostalismo. In: PASSOS, João Décio (Org.). Movimentos do Espírito: matrizes, afinidades e territórios pentecostais. São Paulo: Paulinas, 2005. pp.79-112. RIVERA, Dario Paulo Barrera. Desencantamento do mundo e declínio dos compromissos religiosos. A transformação religiosa antes da pós-modernidade. In: Ciências Sociais e Religião: ano 4, n. 4, Porto alegre, outubro de 2002. RIVERA, Dario Paulo Barrera. Tradição, transmissão e emoção religiosa. Sociologia do protestantismo na América Latina. São Paulo: Olho d’água, 2001. ROBERTSON, Roland. Globalization. Social theory and global culture. Londres: Sage Publications, 1992. ROCHEFORT, Florence. Le pouvoir du genre: laïcités et religions 1905-2005. Toulouse: Presses Universitaires du Mirail, 2007. ROCHEFORT, Florence. Laïcité et droit des femmes: quelques jalons pour une réflexion historique. In: Archives de philosophie du droit, 48. Paris: 2004, pp. 95-107. ROMERO, Catalina (coord.). Religión y espacio público. Lima: CISEPA, 2008. ROSA LUXEMBURG STIFTUNG & FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO. Diversidade sexual e homofobia no Brasil: intolerância e respeito às diferenças sexuais. Julho/ 2008 - janeiro/2009. Disponível em: <http://novo.fpabramo.org.br/sites/default/files/PESQUISA_COMPLETA_Apres-LGBT-Total-mai09.pdf>. Acesso fevereiro/abril 2014. ROSADO-NUNES, Maria José Fontelas. A “ideología de gênero” na discussão do PNE: a intervenção da hierarquia católica. In: In: Horizonte. Belo Horizonte, v.13, n. 39, p. 1237 -1260, jul/set 2015. ROSADO-NUNES, Maria José Fontelas. Gênero: uma questão incômoda para as religiões. In: SOUZA, Sandra Duarte de & SANTOS, Naira Pinheiro. Estudos feministas e religião: tendências e debates. Curitiba: Editora Prismas, 2014. ROSADO-NUNES, Maria José Fontelas. Aborto, maternidade e a dignidade da vida das mulheres. In: CAVALCANTE, Alcilene & XAVIER, Dulce (orgs.). Em defesa da vida: aborto e direitos humanos. São Paulo: Católicas pelo Direito de Decidir, 2006. ROSALDO, Michelle Z. A mulher, a cultura e a sociedade: uma revisão teórica. In: ROSALDO, Michelle e LAMPHERE, Loise. (orgs) A mulher, a cultura e a sociedade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979. ROSSI, Luiz Alexandre & JUNQUEIRA (ogs.). Religião, Direitos Humanos e Laicidade. São Paulo: Fonte Editorial, 2015. ROTHBERG, Danilo & DIAS, Mariane Bovoloni. Religião, política e eleições na Folha Universal. In: Intexto, UFRGS, n. 27. Porto Alegre: 2012, p. 20 – 37. SAFFIOTI, Heleieth I. B. Gênero, patriarcado, violência. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2004. SARAIVA, Henrique. Introdução à Teoria da Política Pública. In: SARAIVA, Enrique; FERRAREZI, Elisabete. Políticas Públicas: coletânea, v. 1 e 2. Brasília: ENAP, 2006. SILVEIRA, Pablo da. Laicida, esa rareza. In: GEYMONAT, Roger (org.). Las religiones em el Uruguay: algunas aproximaciones. Montevideo: Ediciones La Gotera, 2004. SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. In: Educação e Realidade, 16 (2), Porto Alegre: 1990, pp. 5 – 22. SHAFRITZ, J. M and HYDE, Albert. C. (org.). Classics of Public Administration. 7th edition. Wadsworth Cengage Learning: Boston, USA, 2011. SHAFRITZ, JAY M. Dictionary of Public Policy and Administration. Boulder, CO: Westview Press, 2004. SHCÄFER, Heinrich. La generación del sentido religioso – observaciones acerca de la diversidad pentecostal en América Latina. In: Daniel Chiquete et al. (ed.). Voces del Pentecostalismo Latinoamericano III: Teologia, Historia, Identidad. Concepción, Chile: EMW / CETELA, 2009. SOARES, Mariza. Os crentes nas eleições. In: Religião e Sociedade. Rio de Janeiro, vol. 12/3, 1985, pp. 102-108. SOUZA, Beatriz Muniz e MARTINO, Luis Mauro (orgs.). Sociologia da Religião e Mudança Social: católicos, protestantes e novos movimentos religiosos no Brasil. São Paulo: Paulus, 2004. SOUZA, Beatriz Muniz de. A experiência da salvação: pentecostais em São Paulo. São Paulo: Duas Cidades, 1969. SOUZA, Jessé de (org.). O malandro e o protestante: a tese weberiana e a singularidade cultural brasileira. Brasília: UnB, 1999. SOUZA, Sandra Duarte de. Mulheres evangélicas na política: tensionamentos entre o público e o privado. In: Horizonte. Belo Horizonte, v.13, n. 39, p. 1261-1295, jul/set 2015. SOUZA, Sandra Duarte de & SANTOS, Naira Pinheiro. Estudos feministas e religião: tendências e debates. Curitiba: Editora Prismas, 2014. SOUZA, Sandra Duarte de. Política religiosa e religião política: os evangélicos e o uso político do sexo. In: Estudos de Religião, v. 27, n. 1, pp. 177-201, jan.-jun. 2013. SOUZA, Sandra Duarte de. Religião e identidades de gênero. In: SILVA, Eliane Moura da; BELLOTTI, Karina Kosicki & CAMPOS, Leonildo Silveira (orgs.). Religião e sociedade na América Latina. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2010 (a). pp. 185-196. SOUZA, Sandra Duarte. O corpo legal, o corpo religioso e o corpo das cidadãs religiosas. In: BURITY, Joanildo; RODRIGUES, Cibele Maria e SECUNDINO, Marcondes de A. (orgs.). Desigualdade e Justiça Social: diferenças culturais & políticas de identidade. Belo Horizonte: Argumentum, 2010 (b). pp. 155-166. SOUZA, Sandra Duarte de & LEMOS, Carolina Teles. A casa, As Mulheres e a Igreja: relação de Gênero e Religião no contexto familiar. São Paulo: Fonte Editorial, 2009. SOUZA, Sandra Duarte de (org.). Gênero e Religião no Brasil: ensaios feministas. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2006. TAYLOR, Charles. La ética de la autenticidade. Barcelona: Instituo de Ciencias de la Educación, 1991. TEIXEIRA, Jacqueline Moraes. Corpo e sexualidade: os direitos reprodutivos na Igreja Universal do Reino de Deus. In: Mandrágora, v. 18, n. 18. SBC: 2012, p. 53 – 80. Disponível em: <www.metodista.br/revitas>. Acesso em: março/2014. TRABUCO, Igor José da Silva. Meu Reino Não é Deste Mundo – A Assembleia de Deus e a Política em Feira de Santana (1972 – 1990). 2009. 197 f. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de Pós-Graduação em História - Universidade Federal da Bahia: Salvador. TRASFERETTI, J. e GONÇALVES, P. S. L. (orgs.). Teologia na Pós-Modernidade: abordagens epistemológica, sistemática e teórico-prática. São Paulo: Paulinas, 2003. TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL. Disponível em: <http://www.tse.gov.br>. Acesso em: 10.10.2011. VAGGIONE, Juan Marco (comp.). Diversidad Sexual y Religón. Córdoba: CDD, 2008. VAN CREVELD, Martin. Ascensão e declínio do Estado. São Paulo: Martins Fontes, 2004. VARIKAS, E. Jornal das damas: feminismo no sec. XIX na Grécia. In: Seminário Relações Sociais de Gênero Versus Relações de Sexo. São Paulo: FFLCH/USP. 1989. VASQUEZ, Manuel A. and Maquardt, Marie Friedmann. Globalizaing the Sacred: Religions across the Americas. New Brunswick, New Jersey and London: Rutgers University Press, 2003. VEJA. Disponível em: <www.veja.abril.com.br>. VELASCO, Demetrio. La construcción histórico ideológica de la laicidad. In: VELÁZQUEZ, Nestor da Costa (org.). Laicidad en América Latina y Europa: repensando lo religioso entre lo público y lo privado en el siglo XXI. Montevideo: CLAEH, 2006. VELÁZQUEZ, Nestor da Costa. El fenómeno de la laicidade como elemento identitario: el caso uruguayo. In: Civitas, Porto Alegre, v. 11, n. 2, pp. 207-220. Maio-agosto 2011. VELÁZQUEZ, Nestor da Costa; DELECROIX, V.; DIANTEILL, E. (orgs.). Interpretar la modernidad religiosa. Montevideo: CLAEH, 2007. p. 11-22. VELÁZQUEZ, Nestor da Costa (org.). Laicidad en América Latina y Europa: repensando lo religioso entre lo público y lo privado en el siglo XXI. Montevideo: CLAEH, 2006. VELÁZQUEZ, Nestor da Costa. Religión y sociedad en el Uruguay del siglo XXI. Un estudio de la religiosidad en Montevideo. Montevideo: CLAEH – Centro UNESCO, 2003. VELHO. Gilberto. Religião e Modernidade: Roteiro para uma discussão. In: Besta-Fera: Recriação do Mundo. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1995. VENTURI, Gustavo & BOKANY, Vilma (orgs.). Diversidade sexual e homofobia no Brasil. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2011. VERDADE GOSPEL. Disponível em: <www.verdadegospel.com>. WEBER, Max. La ética protestante y el espíritu del capitalismo, México, Fondo de Cultura Económica, 2003. WEBER, Max. Economia e Sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva. Tradução: Regis Barbosa e Karen Elsabe Barbosa. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2000. WILSON, Bryan. La religion en la sociedad. Barcelona: Labor, 1969. XAVIER, Márcia. Pacto com evangélicos garante aprovação do Acordo Brasil-Vaticano. In: Portal Vermelho. Disponível em <http://www.vermelho.org.br>. Acesso 27 de agosto de 2009. YOUNG, Iris Marion. Inclusion and democracy. Oxford: Oxford University Press, 2000. ZYLBERSZTAJN, Joana. O princípio da laicidade na Constituição de 1988. 248 f. Tese (Doutorado em Direito) – Departamento de Direito do Estado, Faculdade de Direito da Universidade São Paulo, São Paulo, 2012.por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectReligión; Política; Modernidad; Laicidad; Evangélicos/as;- Géneropor
dc.subjectReligion; Politics; Modernity; Laicism; Secularism; Evangelicals; Gendereng
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIApor
dc.titleRepública Federativa Evangélica: uma análise de gênero sobre a laicidade no Brasil a partir da atuação dos/as parlamentares evangélicos/as no Congresso Nacional no exercício da 54ª Legislaturapor
dc.title.alternativeEvangelical Federal Republic: a gender analysis of the secularism in Brazil from the actions of / the evangelical parliamentary / as the National Congress in the course of the 54th Legislature.nal Congress in the exercise of the 54th Legislatureeng
dc.typeTesepor
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Psicologia da Saude

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EmersonCosta.pdfBIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES - TEXTO COMPLETO2.95 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.