???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1596
???metadata.dc.type???: Tese
Title: A IDENTIDADE DA UNIMEP NO MOVIMENTO DE SUA POLÍTICA ACADÊMICA: UMA TEORIA FUNDAMENTADA NOS DADOS
Other Titles: The identy ofUnimep in the movement of its academic policy: a grounded theory on data
???metadata.dc.creator???: CARDOSO, LUIS DE SOUZA
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Fischmann , Roseli
???metadata.dc.contributor.referee1???: Barreto, Ely Eser
???metadata.dc.contributor.referee2???: Josgrilberg, Rui de Sousa
???metadata.dc.contributor.referee3???: Lopes, Nicanor
???metadata.dc.contributor.referee4???: Souza, Roger Marchesini de Quadros
???metadata.dc.description.resumo???: A presente tese de Doutorado em Educação objetiva investigar o processo de constituição da identidade da Universidade Metodista de Piracicaba no movimento de construção de sua Política Acadêmica (PA). A pesquisa se inscreve no campo dos estudos da Universidade brasileira, tendo como seu caso a Unimep, instituição de natureza privada, confessional, com espírito público e comunitário. A PA, aprovada em 1992, à época constituiu-se em caso sui generis no campo universitário brasileiro, pela metodologia de sua construção e a definição radical de seu fundamento e razão de ser Universidade, pautada na ética valorativa da “construção da cidadania enquanto patrimônio coletivo da sociedade civil”. Ao traçarmos uma narrativa histórica da Unimep, da construção de sua Política Acadêmica e demais políticas, que em torno do seu eixo integrador gravitam, a pesquisa buscou explicar e compreender o processo e movimento institucional (a institucionalização da Universidade), bem como sua incidência na constituição da identidade da Unimep. O método utilizado, de forma exploratória, baseou-se na Grounded Theory – Teoria Fundamentada nos Dados. Os dados foram obtidos de documentos do arquivo histórico institucional e de entrevistas semiestruturadas intensivas, com protagonistas do movimento da Política Acadêmica. O resultado da pesquisa partiu de uma análise da história da Unimep e constatou que na sua formação e desenvolvimento, desde as Faculdades Isoladas e Integradas do IEP, fundadas em 1964, até o final da primeira fase como Universidade, em 1978, ela passou por diferentes etapas, todas elas, porém, atravessadas pela ideologia vigente no contexto histórico do país, com ausência de democracia, gestão autoritária e centralizadora, de baixíssima participação crítico-coletiva. Contudo, o movimento da comunidade acadêmica caminhou e evoluiu numa direção contrária ao da gestão oficial, evidenciando-se contraideológico, marcado pelo inconformismo e insatisfação com o status quo. As contradições se explicitaram e culminaram em crises, experimentadas em 1978 e 1985. Na administração e solução dessas crises, a resistência do movimento docente e discente teve papel fundamental, contando nas etapas seguintes com o apoio e vontade política das novas Reitorias, de modo que a Universidade deu saltos importantes na formação de sua identidade. Sobretudo pela construção de sua Política Acadêmica (1989-1992), a Unimep experimentou um processo de institucionalização e estabeleceu-se como Universidade contraideológica e contrarreprodutivista, de caráter democrático, coletivo-participativo, pautada na busca pela indissociabilidade do ensino-pesquisa-extensão, o que marca seu projeto pedagógico. Particularmente sua identidade, constituída ao longo do tempo, em sua historicidade, sintetizou-se nesse processo e movimento da Política Acadêmica, a qual preconiza qualidade do ensino e qualidade política, fundamentada na ética de “construção da cidadania enquanto patrimônio coletivo da sociedade civil” como sua utopia e razão de ser. A teoria fundamentada emergente chegou, portanto, a uma tríade de categorias analíticas centrais, com poder conceitual, explicativo-compreensivo do fenômeno da “construção da Política Acadêmica e da constituição da identidade da Unimep”, pela confluência e conjugação do “inconformismo” da comunidade acadêmica, do “método coletivo-participativo-dialético” e da ética da “construção da cidadania” como sua expressão valorativa mais profunda.
Abstract: This thesis on Education aims to investigate the process of constitution of the identity of the Methodist University of Piracicaba in the movement of construction of its Academic Policy (PA). The research is part of the field of the Brazilian University studies, having as its case Unimep, institution of private, confessional nature, with public and community spirit. The PA, approved in 1992, at the time constituted a sui generis case in the Brazilian University field, the methodology of its construction and the radical definition of its foundation and reason of been University, based on the ethics of “building of citizenship as collective heritage of the civil society”. In construction a historical narrative of Unimep, the building of its Academic Policy and other policies that around its integrator axis gravitating, the research sought to explain and understand the process and institutional movement (the institutionalization of the University), as well as its incidence in the constitution of the identity of Unimep. The method used in an exploratory way was based on the Grounded Theory. The data were obtained from the documents of the institutional historical archive and intensive semi-structured interviews with protagonists of the movement of the Academic Policy. The survey results came from a historical analysis of Unimep and found that in its establishing and development since the IEP Isolated and Integrated Colleges, founded in 1964, until the end of the first phase as a University in 1978, it went through different stages, all of them, however, crossed by the prevailing ideology in the historical context of the country, with lack of democracy, authoritarian and centralized management, with very low critical and collective participation. However, the movement of the academic community advanced and evolved in the opposite direction to the official management, demonstrating counter-ideological, marked by nonconformity and dissatisfaction with the status quo. The contradictions were made explicit and culminated in crises experienced in 1978 and 1985. In the administration and resolution of these crises, the resistance of the teachers and student’s movement played a key role, relying on the following steps with the support and political will of the new rectories, in such way that the University made significant jumps in the formation of its identity. Especially the construction of its Academic Policy (1989-1992) Unimep experienced a process of institutionalization and has established itself as University counter-ideological and counter-reproductivist, of democratic, collective-participatory character, based on the search for the inseparability of teaching, research and extension, which marks its pedagogical project. Particularly its identity, made over time in its historicity, was synthesized in the process and movement of the Academic Policy, which advocates quality in the education and quality policy, based on the ethics of “building of citizenship as a collective heritage of the civil society” as its utopia and reason for being. The grounded theory emerging arrived, therefore, to a triad of core analytical categories, with conceptual power, explanatory-understanding of the phenomenon of the “construction of the Academic Policy and the establishment of the identity of Unimep”, by the confluence and combination of the “nonconformity” of the academic community, of the “collective-participatory-dialectical method” and of the ethics of “construction of citizenship” as its deepest evaluative expression
Keywords: Política de Ensino Superior; Política Acadêmica; Universidade; Construção da Cidadania
Higher Education Policy; Academic Policy; University; Construction of the Citizenship
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Metodista de Sao Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: IMS
???metadata.dc.publisher.department???: Educacao:Programa de Pos Graduacao em Educacao
???metadata.dc.publisher.program???: Educacao
Citation: CARDOSO, LUIS DE SOUZA. A IDENTIDADE DA UNIMEP NO MOVIMENTO DE SUA POLÍTICA ACADÊMICA: UMA TEORIA FUNDAMENTADA NOS DADOS. 2016. [274f]. Tese( Educacao) - Universidade Metodista de Sao Paulo, [São Bernardo do Campo] .
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1596
Issue Date: 26-Jul-2016
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LuisCardoso2.pdfBIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES - TEXTO COMPLETO14.91 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.