???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1581
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorASSIS , MÁRCIO SOUSA-
dc.contributor.advisor1Kuniyoshi, Marcio Shioti-
dc.contributor.referee1Martins, Maria do Carmo Fernandes-
dc.contributor.referee2Veloso, Elza Fátima Rosa-
dc.date.accessioned2017-01-18T13:10:24Z-
dc.date.issued2016-08-23-
dc.identifier.citationASSIS , MÁRCIO SOUSA. GESTÃO POR COMPETÊNCIAS: ESTUDO DE CASOS SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA EM DUAS EMPRESAS QUE OPERAM NO BRASIL. 2016. [105f]. Tese( Administracao) - Universidade Metodista de Sao Paulo, [Sao Bernardo do Campo] .por
dc.identifier.urihttp://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1581-
dc.description.resumoEsta pesquisa de dissertação teve como objetivos verificar como e porque as empresas estudadas aplicam a gestão por competência, o tipo de avaliação de desempenho, as principais contribuições, as facilidades e dificuldades do programa. Foram consideradas para a pesquisa duas empresas que declararam utilizar a gestão por competências como método de gestão. Utilizou-se o método de pesquisa qualitativa. Optou-se pelo estudo de caso, método transversal onde todas as medições foram feitas em um único momento. É um estudo explicativo, que procura entender os fatos após os mesmos terem ocorrido. A unidade de análise foram os processos de gestão por competências, políticas de avaliação de desempenho e análise das respostas dos respondentes. As conclusões da pesquisa revelaram que as organizações estudadas procuram integrar as estratégias organizacionais com o programa de gestão por competências, que os programas são similares, e o fator mais importante: possuem o apoio da diretoria da empresa. As mesmas realizam avaliação de desempenho anual e dão feedback aos funcionários. O foco dos programas é no desenvolvimento das pessoas e no desenvolvimento de competências para o cumprimento das metas. Entretanto, possuem ajustes a serem feitos, como no estudo de uma das empresas em que o programa não é previsto para a grande maioria dos funcionários. É um grande desafio para a empresa, pois caso a situação não seja revista, poderá causar efeitos nocivos, como a desmotivação, insatisfação, queda de produtividade, ter trabalhadores sem foco e sem visualização de crescimento profissional. Desta forma, os mesmos provavelmente não irão contribuir para o alcance das estratégias da organização. Outra questão a ser analisada é se o tipo de avaliação de desempenho utilizada pelas duas organizações, onde somente o gestor avalia o funcionário, é o tipo ideal. Na literatura os autores defendem a avaliação de desempenho 360 graus que é o tipo mais completo e que pode trazer mais benefícios. Como contribuições para as organizações, foram citadas a melhoria na comunicação, a clareza em saber o que avaliar e como avaliar e facilidade para resolver questões voltadas ao plano de sucessão.por
dc.description.abstractThis dissertation research aimed to verify how and why companies apply studied management by competence, the type of perfomance assessment, the main contributions, the facilities and difficulties of the program. They were considered for the survey two companies reported using the management skills as a management method. We used the qualitative research method. We opted for the case study, transversal method where all measurements were made in a single moment. It is a comprehensive study that seeks to understand the facts after they have occured. The unit of analysis was the management processes for skills, performance policy evaluation and analysis of the responses of respondents. The findings of the reserach revealed that organizations seek to integrate studied the organizational strategies with competency management program, the programs are similar, and most important factor: they have the support of the compan´s board. The same conduct annual performance review and give feedback to employees. The focus of the programas is the development of people and the development of skills to meet the goals. However, they have adjustments to be made, as in the study of one of the companies in which the program is not intended for the vast majority of employees. It is a great challenge for the company, as if the situation is not reviewed, may cause harmful effects, such as lack of motivation, dissatisfaction, reduced productivity, workers have no focus no professional growht view. In this way there are not likely to contribute to the achievement of the organization´s strategies. Another issue to be examined is whether the type of performane measurement used by the two organizations, where only the manager evaluates the employee, is the ideal type. In the literatyre, the authors advocate the performance evaluation that 360 degrees is the most complete type and it can bring more benefits. As contributions to the organizations were cited improvement in communication, clarity to know what to evaluate and how to evaluate and easier to resolve questions related to the succession plan.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Noeme Timbo (noeme.timbo@metodista.br) on 2017-01-18T13:10:24Z No. of bitstreams: 1 Marcio Sousa Assis.pdf: 909561 bytes, checksum: 04604666edbafbdcdf0f28af1200df4a (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-01-18T13:10:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Marcio Sousa Assis.pdf: 909561 bytes, checksum: 04604666edbafbdcdf0f28af1200df4a (MD5) Previous issue date: 2016-08-23eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttp://tede.metodista.br/jspui/retrieve/3487/Marcio%20Sousa%20Assis.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Metodista de Sao Paulopor
dc.publisher.departmentAdministracao::Programa de Pos Graduacao em Administracaopor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsIMSpor
dc.publisher.programAdministracaopor
dc.relation.referencesREFERÊNCIAS ALMEIDA-MOURA, L. S. et al. Competências coletivas da equipe de vendas e sua influência sobre a satisfação do cliente. Revista Científica Sensus: Administração, Londrina, v.4, n.2, p. 1-72, jul.dez. 2014. Uninorte. ALVARENGA NETO, R. C. D. Gestão do conhecimento em organizações: proposta de mapeamento conceitual integrativo. São Paulo: Saraiva, 2008. AMARAL, R. M. Desenvolvimento e aplicação de um método para o mapeamento de competências em inteligência competitiva. 2006. 209 f. Dissertação Mestrado em Engenharia da Produção – UFSC – São Carlos, 2006. BERGAMINI, C. W.; BERALDO, D. G. R. Avaliação de desempenho humanos na empresa. 4.ed. São Paulo: Atlas, 1988. BICHUETTI, J. L. Gestão de pessoas não é com o RH!. Harvard Business Review. maio-2015. BOYATZIS, R. E. The competence manager: A model for effective performance. New York: John Wiley e Sons, 1982. BRANDÃO, H. P.; GUIMARÃES, T. A. Gestão de Competências e Gestão de Desempenho: tecnologias distintas ou instrumentos de um mesmo construto. RAE, São Paulo, v. 41, n. 1, p. 8-15, jan-mar-2001. BRANDÃO et al. Gestão de desempenho por competências: integrando a gestão por competências, o balanced score card e a avaliação 360 graus. RAP, Rio de Janeiro, 42(5): 875-98, set-out-2008. BRESSAM, F. O método de Estudo de caso. FEA-USP, vl. 1, n.1, jan-fev-mar-2000. CAMPOMAR, M. C. Do uso de estudo de caso em pesquisas para dissertações e teses em administração. RAE, São Paulo, v. 26, n. 3, p. 95-97, jul-set. 1993. CARVALHO, R. P.; CRUZ, D. M. Universidade Corporativa: uma nova estratégia para a aprendizagem organizacional. Cobange, 2001. CHEETHAM, G.; CHIVERS, G. Professions, competence and informal learning. MPG Books Ltd. Great Britain, Bodmin, Cornwall, 1998. DEWES, F.; PALMA D. L.; STEIN, L. M Avaliação do desempenho nas organizações: tendências de pesquisa (2008) - Portal de Artigos Científicos, Periódicos e Monografias. SP. DUTRA, J. S. et al. Gestão por competências. Um modelo avançado para o gerenciamento de pessoas. 6ª ed. São Paulo: Gente, 2001. ____________ (org.). Competências: conceitos e instrumentos para a gestão de pessoas na empresa moderna. São Paulo: Atlas, 2004. EBOLI, M. Um novo olhar sobre a educação corporativa: desenvolvimento de talentos no século XXI. In: Dutra, J. S. (Coord.) Gestão por Competências. São Paulo: Gente, 2001, p. 109-128. EISENHARDT, K. M. Building Theories from Case Study Research. Academy of Managament Review, 1989, vol. 14, n.4, 532-550. FERNANDES, B. H.; COMINI, G. Limitações na estruturação de modelos de Gestão por Competências: Uma análise de Organizações Líderes em Diversos Setores, 2008. In Anais do ANPAD. FISCHER, A. L. Um resgate conceitual e histórico dos modelos de gestão de pessoas. São Paulo: Atlas, 2001. FLEURY, M. T.; FERNANDES, B. H. R. Modelos de Gestão por Competência: Evolução e Teste de um Sistema. Porto Alegre: Análise, v. 18, n. 2, p.103-122, jul-dez. 2007. FLEURY, M. T. L. & FLEURY, A. C. Estratégias empresariais e formação de competências: um quebra-cabeça caleidoscópico da indústria brasileira. São Paulo: Atlas, 2000. ________________________. Alinhando Estratégia e Competências. São Paulo: RAE, 2004. FLEURY, M. T.; FLEURY, OLIVEIRA, JR, MOACIR M. Gestão estratégica do conhecimento: integrando aprendizagem, conhecimento e competências. São Paulo: Atlas, 2001. FONTOURA, D. S.; ÁVILA, V.P.; CORSETTI, R; RUAS, R.L. Competências coletivas: uma tentativa de aproximação do conceito e identificação em uma organização do ramo editorial. Encontro de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho (ENGPR), p. 17, 2011. FREITAS, W. R. S.; JABBOUR, C. J. C. Utilizando estudo de caso(s) como estratégia de pesquisa qualitativa: Boas práticas e sugestões. Estudo & Debate, Lajeado, v. 18, n. 2, p. 07-22, 2011. GASPARETTO, V. Proposta de uma sistemática para avaliação de desempenho em cadeia de suprimentos. 2003. 248f. Tese (Doutorado em Engenharia da Produção). Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Santa Catarina, 2003. GODOI, C. K.; BANDEIRA-DE-MELLO, R.; SILVA, A. B. Pesquisa Qualitativa em Estudos Organizacionais: Paradigmas, Estratégias e Métodos. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2010. GODOY, A. S. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. São Paulo: RAE, v.35, n. 2, : p. 57-63, 1995. ________________ Pesquisa Qualitativa: Tipos fundamentais. São Paulo: RAE, v. 35, n. 3, p. 20-29, 1995. HAMEL, G.; PRAHALAD, C.K. Competindo pelo futuro. Rio de Janeiro: Campus, 1995. HANASHIRO, Darcy M. M.; TEIXEIRA, M. L. M.; ZACCARELLI, Laura M. Z. et al. Gestão do Fator Humano: Uma visão baseada em Stakeholders. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2012. LE BORTEF, Guy. Desenvolvendo a competência dos profissionais. Porto Alegre. Artmed, 2003. HIPÓLITO, J. A. M. (2001). Tendências no campo da remuneração para o novo milênio. In: DUTRA, J. S. (Coord.) Gestão por Competências. São Paulo: Gente. P. 71-94. LEME, Rogério. Avaliação de Desempenho com foco em competência: A base para remuneração por competências. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2006. MARRAS, J. P. Administração de Recursos Humanos: do operacional ao estratégico. 9.ed. São Paulo: Futura, 2000. p. 173-188. MCCLELLAND, D. C. Testing for competence rather than intelligence. American Pshycologist, n. 28, p. 1-4, 1973. MILLS, J.; PLATTS, K.; BOURNE, M.; RICHARD, H. Strategy and Performance: Competing through competences. Cambridge: Cambridge University Press, 2002. MINAYO, M. C. S. (Org.) Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2001. PAIVA, J. A. Universidade corporativa: desenvolvimento de competências essenciais como estratégia competitiva. 2000. P. 18. Dissertação (Mestrado em Administração de Empresas). Programa de Pós-Graduação em Administração de Empresas, Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo, 2000. PONTES, B.R. Avaliação de Desempenho: Nova Abordagem. 6. ed. São Paulo: LTR, 1996. _______________Avaliação de Desempenho: métodos clássicos e contemporâneos, Avaliação por Objetivos, Competências e Equipe. 12ª Ed. São Paulo: LTR 2014. RENS, T. V. Paying skilled workers more would create more skilled workers. Harvard Business Review: 2016. ROBBINS, Stephen. Comportamento Organizacional – 9.ed. São Paulo: Prentice Hall, 2002. ROCHA, G. B. Qual é o ganho social na gestão por competências: A percepção dos funcionários de uma universidade pública brasileira. Dissertação de Mestrado. USP- Ribeirão Preto, 2015. RODRIGUES, W. C. Metodologia Científica. FAETEC-IST. Paracambi, 2007. RUAS, R. L. Gestão por Competências: uma contribuição para as estratégias da organização. In: Ruas, Antonello e Boff. Aprendizagem organizacional e competências. Porto Alegre: Bookman, 2005. RUAS, R. L. et al. Competências coletivas: uma tentativa de aproximação do conceito e identificação em uma organização do ramo editorial. GPR 2011. João Pessoa – PA – 20 a 22 de novembro de 2011. ________________ et al. Gestão por Competências: Revisão de Trabalhos Acadêmicos no Brasil no período 2000 a 2008. XXXIV Encontro do EnANPAD. Rio de Janeiro – RJ 25 a 29 de setembro de 2010. SANTOS, N. C. ; MACHADO, L. A. ; FRANCISCHETTI, C. E. ET al. A relevância da liderança no Brasil: Um estudo bibliométrico sobre a produção acadêmica no período de 2007 a 2012. In: EnANPAD 2013, XXXVII. Encontro da ANPAD. Rio de Janeiro, RH, 07 a 11 de setembro de 2013. SARSUR, A. M. Gestão por Competências : A percepção de ganho social do Trabalhador. Tese de Doutorado FEAUSP. São Paulo, 2007. TRIPATHI, K.; AGRAWAL, M. Competency Based Management In Organizational Context: A literature review. Global Journal of Finance and Management, India. vl. 6, nr. 4, p. 349-356, 2014. ULRICH, D; LOSEY, M. R.; LAKE, G.HR Tomorrows’s Management: 48 Thought Leaders Call For Change. New York: John Wiley & Sons, Inc, 1997. XAVIER, R. A. P. Gestão de Pessoas na Prática: os desafios e as soluções. São Paulo: Gente, 2006. YIN, R. K. Estudo de Caso: planejamento e métodos. 3. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectgestão por competências; avaliação de desempenho; contribuições; facilidades e dificuldades.por
dc.subjectcompetency management; performance evaluation; contributions; strengths and difficultieseng
dc.subject.cnpqCIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAOpor
dc.titleGESTÃO POR COMPETÊNCIAS: ESTUDO DE CASOS SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA EM DUAS EMPRESAS QUE OPERAM NO BRASILpor
dc.typeTesepor
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcio Sousa Assis.pdfBIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES - TEXTO COMPLETO888.24 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.