???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1447
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: ADOLESCENTES USUÁRIAS DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS
Other Titles: Female adolescents users of pychoactives substances.
???metadata.dc.creator???: Paiva, Elisabete Péres Queiroz de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Rezende, Manuel Morgado
???metadata.dc.contributor.referee1???: Avoglia, Hilda Rosa Capelão
???metadata.dc.contributor.referee2???: Cardoso, Wilma Lúcia Castro Diniz
???metadata.dc.description.resumo???: Esta pesquisa estudou adolescentes internadas para tratamento de dependência de drogas no Centro de Recuperação Álcool e Drogas Desafio Jovem. Objetivou descrever as características psicossociais e a psicodinâmica dessas adolescentes, além de identificar comportamentos de riscos e de proteção à saúde das participantes. Para coleta de dados, foram utilizados o Questionário de Identificação Sócio-Demográfico e Consumo de Substâncias Psicoativas, o teste projetivo H.T.P. (House-Tree-Person) e o Inventário de Triagem do Uso de Drogas (DUSI) . Fizeram parte do estudo 14 adolescentes na faixa de 12 a 17 anos. A maioria das adolescentes (78,57%) são filhas de pais separados. A primeira substância usada, na faixa de idade de 9 a 14 anos, foi o cigarro (42,86%), a segunda foi a maconha (35,71%), a terceira, na faixa de 9 a 15 anos foi o álcool (21,43%) e a quarta substância, na faixa de 9 a 16 anos foi o crack (35,71%). A droga predileta das adolescentes é o crack (42,9%). A carência afetiva é vista como reflexo da própria história de vida, com o desamparo, com ausência de afeto, falta de confiança, isolamento, falta de contatos sociais seguros, descontentamento com o ambiente familiar que se apresenta restritivo, apresentando vulnerabilidade que se faz presente em relação às pressões vividas no ambiente familiar. O pai se constitui quase sempre ausente na elaboração das adolescentes. Situações, como negligência, violência e abandono paterno, bem como o envolvimento com drogas lícitas e ilícitas pelos pais e outros familiares, devem ser objeto de medidas de proteção de políticas públicas de promoção de saúde familiar e comunitária e de redução de danos relacionados ao uso de substâncias psicoativas.
Keywords: Adolescentes (meninas)
Abuso de substâncias psicoativas
Transtorno daConduta, H.T.P.
DUSI.
Female Adolescent
Pychoactives substances Abuse
Conduct Disorder
H.T.P.
DUSI.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Psicologia da saúde
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA
Citation: PAIVA, Elisabete Péres Queiroz de. Female adolescents users of pychoactives substances.. 2010. 147 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia da saúde) - Universidade Metodista de São Paulo, são Bernardo do campo, 2010.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1447
Issue Date: 5-Apr-2010
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Psicologia da Saude

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Pagina de 51-75.pdf3.49 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.