???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1422
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: QUALIDADE DE VIDA DE PARTICIPANTES DE PROGRAMAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA
???metadata.dc.creator???: Baffi, Sandra Maria de Oliveira 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Vizzotto, Marília Martins
???metadata.dc.contributor.referee1???: Heleno, Maria Geralda Viana
???metadata.dc.contributor.referee2???: Mauro, Marisa Lúcia Fabrício
???metadata.dc.description.resumo???: Este estudo buscou estudar qualidade de vida em indivíduos que trabalhavam em cooperativas com a filosofia da Economia Solidária. Mais especificamente procurou: levantar o perfil sócio econômico cultural e demográfico de indivíduos adultos integrantes de programas de Economia Solidária; avaliar a qualidade de vida desses indivíduos integrantes de programas; descrever a compreensão desses trabalhadores sobre o conceito de qualidade de vida. Participaram desse estudo 69 pessoas, trabalhadores de três cooperativas distintas de catadores de lixo reciclável. Foi aplicado um questionário elaborado especialmente para esse estudo contendo dados de identificação dos participantes, com o propósito de fazer um levantamento relativo aos dados sócioeconômicos, culturais e demográficos e, nesse questionário foi agregado o critério de classificação de renda e classe social da Associação Brasileira dos Institutos de Pesquisa - ABIPEME e utilizou-se a Escala de Qualidade de vida Whoqol Bref . Verificou-se, que os trabalhadores apresentaram um bom nível de qualidade de vida. Em relação aos dados sócio-econômicos culturais, observou-se um predomínio da presença de mulheres, solteiras ou com parceiros, mas com filhos. Com relação aos domínios que compõem Qualidade de Vida, houve uma correlação significativa entre os domínios físico e psicológico e também uma correlação entre os domínios: psicológico e de relações sociais. Por outro lado, o domínio meio ambiente foi o que apresentou um índice menor de qualidade de vida em relação aos demais. Levanta-se a hipótese de que o fato dos cooperados estarem insatisfeitos com seus ganhos, por os considerarem insuficientes, acrescido de suas condições de moradia serem precárias, além da maioria ser oriunda de um sistema econômico competitivo e individualista e não terem ainda a devida adaptação que esse novo sistema exige, interferiram no domínio meio ambiente de forma negativa..(AU)
Abstract: This study has pursued to learn about the quality of life of individuals that used to work with cooperatives with the philosophy of the Solidary Economy. More specifically, it has intended to: identify the social, economical, cultural and demographic profile of adults that participate on activities promoted by the Solidary Economy; evaluate the quality of life of these individuals; describe the understanding that these workers have regarding the concept of quality of life. Sixty nine people were part of this study; workers from three different recyclable garbage collection cooperatives. A questionary especially elaborated for this study was applied containing the workers identification ata; with the purpose of making a databank of social, economical, cultural and demographic aspects. In this questionary the criteria of income classification and social class of the Brazilian Association of Research Institutes (ABIPEME) was incorporated along with the Whoqol Bref Life Quality Scale. It was verified that the workers present a good level of life quality. Regarding the social, economical, cultural and demographic data, there was a dominance of single or married female with children. Regarding the quality of life, there was a significant correlation between the physical and psychological domains and also the correlation between the psychological domains and the social relations. On the other hand, the environmental domain was the one that presented the lowest data regarding quality of life. The hypothesis is that the fact that the workers are unsatisfied with their insufficient incomes, their precarious homes, most of them coming from a very competitive and individualistic economical system and they not having the necessary adaptation that this new system requires, the workers have intervened on the environment domain in a negative way.(AU)
Keywords: qualidade de vida
economia solidária
trabalho cooperativo
qualidade de vida e saúde
quality of life
solidary economy
cooperative work
quality of life and health
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Psicologia da saúde
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA
Citation: BAFFI, Sandra Maria de Oliveira. QUALIDADE DE VIDA DE PARTICIPANTES DE PROGRAMAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA. 2008. 107 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia da saúde) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2008.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1422
Issue Date: 26-Jun-2008
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Psicologia da Saude

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SANDRA MARIA DE OLIVEIRA BAFFI.pdf562.9 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.