???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/140
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: ASSOCIATIVISMO EMPRESARIAL ENTRE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: A EXPERIÊNCIA DO GRANDE ABC COM O PROJETO EMPREENDER (SEBRAE)
???metadata.dc.creator???: Foltran, Leandro Henrique Mariano 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Castro, Dagmar Silva Pinto de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Alves, Luiz Roberto
???metadata.dc.contributor.referee2???: Dowbor, Ladislau
???metadata.dc.description.resumo???: O associativismo empresarial aparece como forma de desenvolvimento regional, seja este econômico, social ou cultural, e é grande aliado para o surgimento e crescimento das micro e pequenas empresas. É um tema já vivenciado e estudado por vários países do mundo, entre eles europeus e especificamente italianos, mas ainda pouco estudado e conhecido no Brasil. A presente pesquisa objetivou analisar o associativismo empresarial entre micro e pequenas empresas (MPEs) na região do Grande ABC (GABC) pelo Projeto Empreender (SEBRAE) relacionando seus dados com os publicados do relatório 2003/5 de autoria do Observatório Europeu de estudos sobre pequenas e médias empresas europeias, analisando as formas de associativismo aqui ocorridas, além de identificar o perfil das empresas e empresários envolvidos no projeto. Para tal análise foram coletados dados de um total de 63 empresas do Projeto Empreender, nos núcleos de Santo André, São Caetano do Sul e Ribeirão Pires. Do GABC foram coletados dados utilizando o instrumento desenvolvido pelo Observatório Europeu de estudos sobre pequenas e médias empresas. A análise dos dados coletados no GABC em relação aos dados europeus se fez necessária para que pudessem ser encontrados pontos de divergências e convergências em cada uma das experiências, objetivando o aprendizado e evolução do tema. A escolha do GABC foi motivada pelo fato da região passar por mudanças no seu perfil econômico, passando de berço e grande pólo das grandes indústrias para um grande centro de pequenas empresas prestadoras de serviços. Após coleta e análise dos dados, percebeu-se que a experiência do GABC e a ocorrida na Itália se parecem em muitos aspectos, porém tem grandes diferenças estruturais. Enquanto o projeto europeu é de responsabilidade de um órgão da União Europeia, aqui o projeto é de autoria do SEBRAE e sofre grandes conflitos com as Associações Comerciais e Industriais (ACIs) da região quando o tema é custeio das despesas das pessoas e estrutura que envolve a implantação do projeto. Além disso, conclui-se que é necessária uma maior aproximação dos municípios com o projeto, tendo em vista que isto poderia ser fator de incentivo a entrada de novas empresas além de fator de aumento de seriedade do sistema. Mais dois dados merecem destaque. Primeiro o fato do Projeto Empreender ter pouca visibilidade regional, ou seja, ser muito pouco divulgado, e o fato da agência de desenvolvimento do GABC não ter aproximação alguma com o projeto. Por último, surgem dados no decorrer da pesquisa que rompem a barreira das teorias administrativas conhecidas, tais como a amizade como fator de associativismo. Portanto, os resultados obtidos com essa pesquisa apontam para a influência no incentivo ao desenvolvimento do processo associativista na região do GABC, além de servir como incentivador para a aproximação de outros atores sociais no processo.(AU)
Abstract: Corporate associativism has been a way of local development, in economical, social or cultural ways and is a great ally to the beginning and development of micro and small enterprises. This matter has been experienced and studied by several countries in the world, among them European countries specifically Italy, although it has not been much studied and known in Brazil yet. This research aimed to analyze the corporate associativism among micro and small sized enterprises (MSEs) in the Endeavor Project (Projeto Empreender SEBRAE) in the Great ABC area (Região do Grande ABC GABC), relating its data with the ones published on the 2003/5 report from The Observatory of Europeans Small and Medium sized Enterprises, to analyze the ways that associativism is done in Brazil, also identifying the participating enterprises and entrepreneurs profiles. To do that, a tool developed by The Observatory of Europeans SMEs was used to collect information of 63 participating companies of the Endeavor Program from the center of Santo André, São Caetando do Sul e Ribeirão Pires, in the GABC. It was necessary to analyze the data gathered in the GABC, comparing it to the European data to find converging and diverging points in each experience, in order to gain knowledge and develop the subject. Choosing the GABC area, has been motivated by its economical changes, going from big industries pole and cradle to a great center of small services enterprises. After collecting and analyzing the data, we noticed that GABC s, and European s, specifically in Italy, experience converge in many aspects, in spite of the fact that they have many structural differences. While an organ from the European Union is responsible for their project, in Brazil, SEBRAE has been facing great conflicts with the local Commercial and Industrial Associations (Associações comerciais e industriais ACIs) on the matter of distributing the people and structure expenses involved in the project implementation. Besides that, the towns need to get closer to the project, in the face that it could encourage other enterprises to join the program and also help the system to get more serious. There are two other points that deserves to be highlighted. First, is the fact that Project Endeavor has a low local exposure, and secondly that the development agency from GABC (Agência de Desenvolvimento do Grande ABC) does not participate closely in the project. At last, some data has came up during the research, breaking all barriers from management theories known, such as friendship being a factor of associativism. Therefore, the results obtained in this research points to the influence of the incentive in the associativist process development in the GABC area, serving also as an encouragement to bring other social elements in the process closer.(AU)
Keywords: Associativismo empresarial
Micro e pequenas empresas
Grande ABC
Projeto Empreender
Corporate associativism
Micro and Small Enterprises
Great ABC
Endeavor Project
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Gestão de organizações
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO
Citation: FOLTRAN, Leandro Henrique Mariano. ASSOCIATIVISMO EMPRESARIAL ENTRE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: A EXPERIÊNCIA DO GRANDE ABC COM O PROJETO EMPREENDER (SEBRAE). 2009. 110 f. Dissertação (Mestrado em Gestão de organizações) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2009.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/140
Issue Date: 3-Mar-2009
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Leandro Henrique.pdf1.16 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.