???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1375
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: CONVICÇÕES DE SAÚDE DE PAIS DE CRIANÇAS PORTADORAS DE DIABETES MELLITUS TIPO 1
???metadata.dc.creator???: Modesto, Sue Ellen Ferreira 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Heleno, Maria Geralda Viana
???metadata.dc.contributor.referee1???: Vizzotto, Marília Martins
???metadata.dc.contributor.referee2???: Malerbi, Fani Eta Korn
???metadata.dc.description.resumo???: O Diabetes Mellitus tipo 1 geralmente ocorre na infância ou adolescência e repercute de forma dramática na vida dos pais. A família é fundamental no tratamento do paciente: representa o alicerce que influenciará na aceitação ou não da enfermidade por parte do portador. Por isso, os objetivos deste estudo foram descrever as convicções de saúde de pais de crianças portadoras de diabetes mellitus tipo 1 e compreender mudanças comportamentais e psíquicas que possam influenciar na conduta em relação ao tratamento. Investigou-se 13 pessoas, pais de crianças de 11 meses a 10 anos portadoras de Diabetes Mellitus Tipo 1, por intermédio de uma entrevista para levantamento e descrição de fatores de convicção de saúde. Os dados foram avaliados com base em um modelo de “convicção de saúde”. Esse modelo avaliou: impacto do diagnóstico, suscetibilidade, severidade, benefícios, barreiras, eficácia própria e expectativa de futuro de cada um dos pais. Os resultados mostraram que os pais experimentam dificuldades, medos e inseguranças, pela doença do filho. Ao relatarem as situações vividas desde o diagnóstico até o momento atual, em todas as etapas, os pais revelam intenso sofrimento. Eles são constantemente invadidos por medo de perda tanto no presente como no futuro em função das complicações da doença. A partir desses resultados recomenda-se que os pais recebam atendimento de uma equipe multidisciplinar com conhecimento específico e com a finalidade de informar sobre a doença e aplacar os medos e inseguranças que criam obstáculos para a adesão ao tratamento. Espera-se com este tipo de atendimento melhorar e a qualidade de vida do paciente e de sua família.
Abstract: The diabetes mellitus type 1 generally occurs in infancy or adolescence and is reported dramatically in the parents' life. The family is fundamental in the treatment of the patient: It represents the foundation that will influence in the acceptance or not of the disease by the carrier. Because of this, the objectives of this study were described, the health beliefs of parents of carrying children with diabetes mellitus type 1 and understanding behaviors and psychics change that will possibly influence in the relation of the treatment. 13 people were investigated, 11 month to 10 years old children’s parents with Diabetes Mellitus Type 1, through an interview for attainment the health beliefs. The analyses of the data had been carried through the basis of the model of “health beliefs”. This model analyzed: impact of the diagnosis, susceptibility, severity, benefits, barriers, self-efficacy and present expectations of the future. The results had shown that the parents had difficulties, fears and unreliabilities, for the illness of their children. When telling the situations lived since the diagnosis until the current moment, in all the stages, the parents disclose intense suffering. They constantly are invaded from fear of loss, in the present as in the future in function of the complications of the illness. From these results is recommend that the parents receive a support from a team of health professionals with specific knowledge and with purpose to inform on the illness and how to minimize the fears and unreliabilities that create obstacles for the adhesion to the treatment. We expected with this type of support improve the quality of life of the patient and their family.
Keywords: Diabetes Mellitus Tipo 1
Adesão
Cuidadores
Convicções de Saúde
Aspectos emocionais
Diabetes Mellitus Type 1
Adhesion
Caregivers
Health Beliefs, Emotional Aspects.
Diabete Mellitus tipo 1
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Psicologia da saúde
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA
Citation: MODESTO, Sue Ellen Ferreira. CONVICÇÕES DE SAÚDE DE PAIS DE CRIANÇAS PORTADORAS DE DIABETES MELLITUS TIPO 1. 2007. 78 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia da saúde) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2007.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1375
Issue Date: 8-Feb-2007
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Psicologia da Saude

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SUE ELLEN FERREIRA MODESTO.pdf423.75 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.