???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1366
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: ESTRUTURA E DINÂMICA DO FUNCIONAMENTO PSÍQUICO DE MULHERES ENVOLVIDAS EM VIOLÊNCIA CONJUGAL REITERADA
Other Titles: Structure and dynamics of psychic functioning of women involved in repeated domestic violence
???metadata.dc.creator???: Pacheco, Adriana das Chagas Oliveira
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Heleno, Maria Geralda Viana
???metadata.dc.contributor.referee1???: Vizzotto, Marília Martins
???metadata.dc.contributor.referee2???: Rosa, Helena Rinaldi
???metadata.dc.description.resumo???: Apesar das campanhas de combate à violência de gênero e a legislação elaborada para promover o aumento da segurança de mulheres envolvidas pelo fenômeno, trabalhos realizados demonstram que muitas mulheres agredidas por seus companheiros, mesmo após tentativa de separação, retornam a conviver com os agressores. Com base nessas informações, o objetivo desta pesquisa foi estudar a estrutura e a dinâmica do funcionamento psíquico de cinco mulheres envolvidas em violência conjugal reiterada. Trata-se de um estudo clínico-qualitativo, cujas participantes foram selecionadas por conveniência e fazem parte de um grupo de mulheres vítimas de violência conjugal, atendidas por uma organização não governamental, com processos em trâmite numa Vara Criminal da Grande São Paulo. Utilizou-se como instrumentos de investigação um Roteiro de Entrevista semiestruturado; a Escala da Associação Brasileira de Institutos de Pesquisa de Mercado (ABIPEME); e o Teste de Relações Objetais de Phillipson (TRO). Os resultados apontam que as participantes apresentam ego fragilizado, pouco integrado e superego rígido, pouco indistinguível de seus impulsos destrutivos e de seus perseguidores internos, resultado de introjeções e deflexões para o exterior carentes. Essa dinâmica mental se desenvolveu a partir de processos primários de cisão muito violentos, com predominância de impulsos destrutivos e da pulsão de morte sobre a pulsão de vida. Ademais, percebeu-se que as participantes se mantém predominantemente na fase esquizo-paranóide do desenvolvimento, sem conseguir alcançar de forma adequada a posição depressiva de reparação, assim, elas utilizam de mecanismos primitivos de defesa para manterem o equilíbrio psíquico como: a identificação projetiva, a negação, a idealização e a paralização. Espera-se que os resultados desta pesquisa possam auxiliam na elaboração de propostas de atendimento a mulheres em situação de violência conjugal reiterada.
Abstract: Despite campaigns to combat gender violence and legislation designed to promote increased safety of women involved in the phenomenon, studies performed have shown that many women abused by their partners, even after trying to split, returning to live with the perpetrators. Based on this information, the objective of this research was to study the structure and dynamics of psychic functioning of five women involved in repeated domestic violence. This is a clinical-qualitative study, whose participants were selected by convenience and are part of a group of women victims of domestic violence, attended by a non-governmental organization, with proceeding pending in a Criminal Court of São Paulo. Was used as research instruments with a semi-structured Interview Guide; the scale of the Brazilian Association of Market Research Institutes (ABIPEME); and the Object Relations Test Phillipson (TRO). The results show that the participants have weakened ego, poorly integrated and rigid superego, little indistinguishable from their destructive impulses and its internal persecutors, the result of introjections and deflections for the needy overseas. This mental dynamics developed from primary processes of very violent split, with a predominance of destructive impulses and the death drive on the life drive. In addition, it was noted that the participants remains predominantly in the paranoid-schizoid phase of development, unable to achieve properly the depressive position of repair, so they use primitive defense mechanisms to maintain mental balance as projective identification , denial, idealization and stalling. It is expected that the results of this research can assist in drawing up proposals for assisting women in repeated domestic violence situation.
Keywords: Mulher
Violência conjugal
Estrutura Psíquica
Dinâmica Psíquica
Women
Domestic violence
Psychic structure
Psychic dynamics
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Psicologia da saúde
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA
Citation: PACHECO, Adriana das Chagas Oliveira. Structure and dynamics of psychic functioning of women involved in repeated domestic violence. 2015. 158 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia da saúde) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2015.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1366
Issue Date: 20-Mar-2015
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Psicologia da Saude

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adriana Pacheco.pdf1.25 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.