???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1332
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: O brincar e o bem-estar da criança abrigada: sua influência no combate à depressão e ao baixo rendimento escolar
???metadata.dc.creator???: Zogaib, Maria Teresa Bertoncini 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Oliveira, Vera Barros de
???metadata.dc.description.resumo???: Este estudo verifica a eficácia de intervenções lúdicas junto a crianças abrigadas com problemas de aprendizagem e quadros de depressão, analisando a influência do brincar em seu bem-estar e qualidade de vida. Realiza-se através de metodologia clínica-interventiva, junto a oito crianças de ambos os sexos, de 8 anos, de classe de baixa renda, abrigadas há dois anos, cursando a 1ª. série de escola pública, com queixa escolar. Após caracterização da instituição, avalia-se individualmente o nível cognitivo das crianças através das Matrizes Progressivas Coloridas de Raven, das Provas Piagetianas de conservação, classificação e seriação e verifica o material escolar. Aplica a seguir o Inventário de Depressão Infantil CDI, normatizado para o Brasil. Com base nesses dados, realiza oito sessões lúdicas grupais, semanais, de noventa minutos cada, através de estratégias sensório-motoras, simbólicas e sociais, com espaço para atividades espontâneas. Após as intervenções lúdicas, reavalia as crianças com os mesmos instrumentos da avaliação anterior. Os resultados indicam melhora no desempenho escolar e diminuição dos sintomas depressivos, com aumento da auto-estima e da segurança emocional, com reflexos em sua vida em geral, inclusive na escolar. As experiências vivenciadas nas situações lúdicas contribuíram para uma auto-avaliação subjetiva mais positiva pelas crianças, assim como para uma avaliação escolar melhor, em seus aspectos cognitivos e afetivo-emocionais integrados. Os dados apontam a importância da equipe técnica ao reconhecer precocemente os sintomas depressivos para realização de programas interventivos, utilizando o lúdico como facilitador para superação das dificuldades cognitivas e afetivas das crianças abrigadas
Abstract: This study examines the effectiveness of play intervention among institutionalized children with learning problems and depression symptoms, analyzing the influence of play in their well being and quality of life. The study was carried out using as methodology clinical intervention among eight children of both gender, aged eight, low income group, living in support homes for 2 years, first grade of elementary public school, with school complaint. After the characterization of the institution, individually assesses children s cognitive level using Raven s Progressive Colored Matrices, Piagetian tests of conservation, classification and series and verifies the school material. Following applies the Children s Depression Inventory CDI, standardized to Brazil. Based on this information, carry out eight weekly ninety-minute group play session using sensory-motor, symbolic and social strategies with room for spontaneous activity. After the play intervention, re-assesses the children using the same instruments from previous evaluation. The results show better school performance and decrease of depressive symptoms, with increase of self-steam and emotional confidence, reflecting in their life in general, including at school. The experiences lived during the play situations contributed for a better subjective self-evaluation from children, as well as a better school evaluation in their integrated cognitive and affective-emotional aspects. The results point out the importance of early recognition of depressive symptoms by technical team to start intervention programs, using the play to facilitate institutionalized children to overcome cognitive and affective difficulties
Keywords: Depressão infantil
Lúdico
Aprendizagem
Abrigo
Maus-tratos
Childish Depression
Play
Learning
Nursery
Maltreatment
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Psicologia da saúde
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA
Citation: ZOGAIB, Maria Teresa Bertoncini. O brincar e o bem-estar da criança abrigada: sua influência no combate à depressão e ao baixo rendimento escolar. 2006. 114 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia da saúde) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2006.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1332
Issue Date: 10-Feb-2006
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Psicologia da Saude

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARIA TERESA BERTONCINI ZOGAIB.pdf455.23 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.