???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1302
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: QUALIDADE DE VIDA E BEM-ESTAR SUBJETIVO DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS
???metadata.dc.creator???: Silva, érika Correia
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Heleno, Maria Geralda Viana
???metadata.dc.contributor.referee1???: Cruces, Alacir Villa Valle
???metadata.dc.contributor.referee2???: Dias, Marian ávila de Lima e
???metadata.dc.description.resumo???: Considerando a expansão do ensino superior e do aumento do número de estudantes universitários, aumentam-se as demandas e a necessidade de se promover um desenvolvimento integral para o estudante. Diante disso, esse estudo teve como objetivo avaliar a qualidade de vida e o bem-estar subjetivo de estudantes universitários. Trata-se de um estudo descritivo, quantitativo e de delineamento transversal, no qual foram utilizados o Instrumento de Avaliação de Qualidade de Vida (WHOQOL-Bref) da Organização Mundial da Saúde - OMS, a Escala de Bem-Estar Subjetivo - EBES e um Questionário de Caracterização Sociodemográfica. Participaram desse estudo 257 estudantes de ambos os gêneros e de seis cursos de graduação de uma universidade federal. A análise dos dados da qualidade de vida mostrou que o domínio com maior média (15,23) foi o de relações sociais e o pior (12,87) foi o de meio ambiente. Quando comparado a outros estudos, esses estudantes, em geral, apresentaram pior qualidade de vida. Quanto aos fatores da Escala de Bem-Estar Subjetivo foi encontrado maior média (3,80) na frequência de emoções negativas em comparação com as emoções positivas (3,27) e com a satisfação com a vida (3,57). A maioria dos estudantes, 185 (72%) apresentaram bem-estar subjetivo moderado. Através desses resultados, faz-se necessário pensar em ações de prevenção e promoção da saúde com o objetivo de amenizar ou eliminar os aspectos negativos encontrados e de fortalecer os positivos. Os resultados desse estudo apontam para a necessidade de uma ampliação das políticas de assistência ao estudante, com intervenções psicossociais que objetivem melhorar os índices de bem-estar subjetivo e de qualidade de vida.
Abstract: Considering the expansion of higher education and the increase in the number of university students, the higher the demands and the need to promote the integral development of the student. Before it, this study aimed to evaluate the quality of life and the subjective well-being of students. This is a descriptive study, quantitative and cross-sectional design, in which were used the Instrument to Assess Quality of Life (WHOQOL-Bref) from the World Health Organization - WHO, the Scale of Subjective Well-being and a Questionnaire of Sociodemographic Characteristics. Participated in this study 257 students of both genders and six undergraduate courses in a national university. The data analysis of the quality of life showed that the area with the highest average score (15.23) was the social relations and the worst (12.87) was the environment. When compared to other studies these students in general showed a worse quality of life. As for the scale factors of subjective well-being was found higher mean score (3.80) at the frequency of negative emotions in comparison with the positive emotions (3.27) and with the satisfaction with life (3.57). The majority of students, 185 (72 %) showed subjective well-being moderate. Through these results, it is necessary to think of actions for the prevention and health promotion with the aim of minimizing or eliminating the negative aspects found to strengthen the positive. The results of this study indicate the need for expansion of the policies to assist the student, with psychosocial interventions with the aim of improving the indices of subjective well-being and quality of life.
Keywords: qualidade de vida
bem-estar subjetivo
estudantes universitários
prevenção de doenças
promoção da saúde.
quality of life
subjective well-being
university students
prevention of diseases
health promotion.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Psicologia da saúde
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA
Citation: SILVA, érika Correia. QUALIDADE DE VIDA E BEM-ESTAR SUBJETIVO DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS. 2012. 81 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia da saúde) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do campo, 2012.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1302
Issue Date: 5-Mar-2012
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Psicologia da Saude

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Erika Correia Silva.pdf4.27 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.