???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1123
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: FORMAÇÃO DE PROFESSORES(AS) E RELAÇÕES INTERPESSOAIS: UM ESTUDO EM SÃO BERNARDO DO CAMPO
???metadata.dc.creator???: Freitas, Silvia Perrone de Lima 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Bahia, Norines Panicacci
???metadata.dc.contributor.referee1???: Cortella, Mário Sergio
???metadata.dc.contributor.referee2???: Santos Neto, Elydio dos
???metadata.dc.description.resumo???: Este trabalho investiga as relações interpessoais entre professores(as) e formadores(as), tendo como foco o(a) Professor(a) de Apoio Pedagógico (PAP), na Prefeitura de São Bernardo do Campo. Analisa a complexidade que envolve o trabalho formativo e verifica as relações estabelecidas entre estes pares: hierarquia, intervenções formativas, relações de poder, trabalho coletivo e veiculações de conhecimento. O(a) PAP ao final do ano é avaliado(a), num passado recente, pelo grupo, e atualmente, pelo(a) diretor(a) e referendado a assumir a função no ano seguinte, dando continuidade ao seu trabalho ou não. Se não referendado, volta para a sala de aula. Observa-se que alguns(mas) PAP s vem conseguindo ser referendados(as) e mantém-se há dez anos na função. A questão desta pesquisa é: O que leva o(a) formador(a) de professores(as) a conseguir tal legitimidade do grupo? Foram realizadas entrevistas, com vistas a uma abordagem metodológica de Histórias de Vida com análise das trajetórias formativas e profissionais de sete PAP´s (três que estão na função desde 1998, quando da sua criação, e quatro que estão na função desde 2007). Os referenciais teóricos estão ancorados em Antònio Nóvoa quando discute identidade e autoconhecimento do(a) professor(a); Paulo Freire na abordagem sobre dialogicidade como prática da liberdade; Madalena Freire quando analisa a resistência e constituição de grupo. A conclusão da pesquisa aponta que para conquistar a legitimidade do grupo, o(a) formador(a) deve estar atento para não cair na armadilha da burocracia, a qual por muitos anos tem feito parte das instituições escolares, promovendo enquadramento e controle; também não deve se aprisionar na arrogância que a posição gestora pode suscitar. Para conquistar a legitimidade do grupo, a capacidade de enfrentamento dos medos e conflitos através do diálogo como prática da liberdade é fundamental e, neste sentido, construir uma identidade formadora da qual faz parte o ouvir atento e o observar apurado dos movimentos do grupo, demanda uma postura ética em que as relações se constroem através do respeito, amorosidade, fé nos homens e criticidade.(AU)
Abstract: The following work investigates the interpersonal relationships between teachers and formers focusing on the PAP Professor de Apoio Pedagógico (Pedagogical Support Teacher), in Sao Bernardo do Campo s City Hall. It analyses the complexity which involves the formative work and verifies the relationships established between the following: hierarchy, formative interventions, relationships of power, teamwork and knowledge vehiculation. By the end of the year, the PAP is evaluated (previously it was done by the group, whereas now it is done by the director) and voted to assume his function in the year that follows, continuing his previous work or not. If not voted, he shall go back to the classroom. It is observable that some PAP s have been managing to be voted and have maintained themselves for ten years in their function. The point of this research is: what leads the former of teachers to achieve such legitimacy within the group? Interviews were made aiming at a methodological approach on Life Stories analyzing the formative and professional courses of seven PAP s (three of which have been in their function since 1998, when the system was created, and four of which have been in their function since 2007). The theoretical references are anchored in António Nóvoa when the identity and self-knowledge of the professor is discussed; Paulo Freire in the approach on dialogicity as a practice of freedom; Madalena Freire when the group s resistance and constitution are analyzed. The research s conclusion points out that in order to conquer the legitimacy of the group, the former must b aware not to fall in the trap of bureaucracy, which has for many years been part of the scholar institutions, promoting the fitting and control, nor imprison him or herself in the arrogance that the managing position might bring about. Also on the way to conquer the legitimacy of the group is the capacity of facing fears and conflicts through dialog as a practice of freedom. In this sense, there is also the building of a formative identity constituted by the careful hearing and sharp observation of the group s movements in an ethical behavior, where the relationships are built through respect, lovingness, faith in men and criticity.(AU)
Keywords: Relações interpessoais
Formação continuada de professores
Ética
grupo
Interpersonal relationships
Continued formation of professors
Ethics
Group
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Educação
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO
Citation: FREITAS, Silvia Perrone de Lima. FORMAÇÃO DE PROFESSORES(AS) E RELAÇÕES INTERPESSOAIS: UM ESTUDO EM SÃO BERNARDO DO CAMPO. 2009. 119 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2009.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1123
Issue Date: 10-Mar-2009
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Paginas 1-119.pdf911.19 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.