???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1105
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: A POLÍTICA DE FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE QUÍMICA
???metadata.dc.creator???: Lourencini, Silvia Sales Frias 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Alves, Maria Leila
???metadata.dc.contributor.referee1???: Palma Filho, João Cardoso
???metadata.dc.contributor.referee2???: Almeida, Danilo Di Manno de
???metadata.dc.description.resumo???: Considerando as inúmeras fragilidades em relação à minha própria formação de professora de Química, considerando também as disposições legais e as orientações curriculares das políticas educacionais atuais que incorporam aportes teóricos fundamentais para que a aprendizagem se concretize e considerando ainda que as transformações nos procedimentos pedagógicos não acompanham o desenvolvimento das ciências da educação, este estudo teve com foco de investigação os seguintes problemas: a) os professores de Química que atuam no Ensino Médio estão devidamente formados para enfrentar as exigências colocadas pelos Parâmetros Curriculares Nacional para o Ensino Médio (PCNEM) e a realidade vivida na escola pública? b) O que o professor faz para que o aluno aprenda Química? c) A política de formação do professor de Química dá conta de formar o químico educador? Para obter os dados para responder a estas questões, recorri a uma pesquisa qualitativa de cunho etnográfico, aplicando questionários a um grupo de 12 professores de Química que atuam no Ensino Médio da rede pública estadual da Grande São Paulo. As questões do questionário foram agrupadas em três categorias: aprendizagem de conceitos, aprendizagem de procedimentos e aprendizagem de valores. No anos de 2001, essas categorias foram utilizadas por García Barros e Martinez Losada em pesquisa com professores da educação básica na Espanha, com ênfase nas duas primeiras, para averiguar que tipo de atividades se realiza habitualmente no ensino de Química e para conhecer a importância que os professores respondentes atribuem aos procedimentos que utilizam no processo de ensino. Os dados coletados, analisados à luz de contribuições dos estudiosos que compõem o corpo teórico deste estudo e das propostas contidas nos PCNEM, evidenciam que o saber fazer do professor, como o definem Carvalho e Perez (2002), é fruto de uma formação inicial precária e da quase inexistência de processos de formação continuada na escola.(AU)
Abstract: Considering the innumerable fragilities of my own chemistry teacher formation; also considering the legal disposals and the curricular orientations of current educational policy that incorporate theoretical approaches fundamental to the concretization of learning , and considering, furthermore, that the transformations in the pedagogical procedures do not follow the development of sciences of education, this study investigation focus is: a) Are the chemistry teachers who act in high school education duly prepared to face the requirements placed by the National Curricular Parameters for High School (PCNEM) and the reality of public school? b) What do teachers make so that students learn chemistry? c) Does the policy of chemistry teacher formation provide the formation of teaching chemists? In order to obtain data answering these questions, I resourced to a qualitative research of ethnographic character, applying questionnaires to a group of 12 chemistry teachers who act in Great São Paulo state high school public net. The questionnaire questions were grouped in three categories: learning of concepts, learning of procedures and learning of values. In 2001, García Barros and Martinez Losada used these categories in a research with teachers of the basic education in Spain, with emphasis in the two first ones, to inquire what type of activities are habitually carried on in chemistry teaching and to know the importance the respondent teachers assign to the procedures they use in the teaching process. Collected data, analyzed under the light of contributions of the scholars that compose the theoretical body of this study and the proposals contained in the PCNEM, evidence that the teachers know how, as defined by Carvalho and Perez (2001), is the result of a precarious initial formation and of the almost inexistence of continued formation processes in the school.(AU)
Keywords: políticas educacionais
formação de professores
ensino de Química
educational politics
teachers formation
chemistry teaching
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Educação
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO
Citation: LOURENCINI, Silvia Sales Frias. A POLÍTICA DE FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE QUÍMICA. 2008. 110 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2008.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1105
Issue Date: 18-Apr-2008
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Silvia Sales Frias Lourencini.pdf545.5 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.