???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1054
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: GÊNERO, RAÇA, DISCRIMINAÇÃO: O TOM DA COR NA DIREÇÃO DA ESCOLA PÚBLICA.
Other Titles: Gender, race, discrimination: the color tone into public education system management. Master Degree
???metadata.dc.creator???: Brunelli, Conceição Aparecida Garcia 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Almeida, Jane Soares de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Russef, Ivan
???metadata.dc.contributor.referee2???: Alves, Maria Leila
???metadata.dc.description.resumo???: BRUNELLI, Conceição Aparecida Garcia: Gênero, raça, discriminação: o tom da cor na direção da escola pública. Mestrado em Educação. Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo - SP. 1 v. 244 p. 2007. Esse trabalho teve por objetivo investigar a trajetória das mulheres negras diretoras de escola pública e o processo de construção de sua identidade social, cultural, de gênero e raça. De fato, as mulheres negras em questão constroem suas identidades nadando entre águas profundas e revoltas: a das relações de gênero e a das relações raciais. A pesquisa permitiu-nos desvendar o processo seletivo pelo qual passam essas mulheres que conseguiram romper o duplo bloqueio formado pelas relações de gênero e de raça e atingiram a posição profissional de diretoras de escola pública. A questão central que norteia essa pesquisa diz respeito à trajetória de vida da mulher negra que optou pela carreira do magistério, as intercorrências encontradas ao longo de sua trajetória pessoal, de formação acadêmica e profissional, suas experiências, frustrações, expectativas, preconceitos e discriminações sofridos na caminhada até chegar ao exercício de sua atividade pública, sua ascensão social, o ingresso na carreira pública e as relações de poder que perpassam as questões de gênero e raça. Aborda ainda como essas intercorrências incidem sobre o processo de construção da identidade dessas mulheres negras e de suas relações com seus colegas brancos, homens e mulheres. A coleta de dados empíricos foi realizada através da história oral representada pela memória dessas mulheres, baseada nos depoimentos escritos e em entrevistas semi-estruturadas. Os depoimentos colhidos permitiram reunir material que foram interpretados segundo as relações de poder elaboradas por Foucault e que nos possibilitam a compreensão e uma reflexão do processo de construção das identidades individual e coletiva.
Abstract: The objective of this work was to investigate the afro-descendant principal women s careers in the public education system and the process of build their own social identity, cultural of gender and race. In fact, the afro-descendant women researched built their identities into dangerous and deep waters: Gender relationships and racial relationships. The research allowed us to discover the selective process that these women whom trespassed the double-barrier of the relationships of gender and race and achieved a professional position of public school principals in their careers. The main question that we foll owed in this research, shows the paths of life of afrodescendants women who chose the teacher s career, the difficulties found during their personal path, academic and professional paths, their experiences, frustrations, expectations, prejudices and discriminations found along the way until achieve the position in their public career, their social rise, their start in this career and the power relationships beyond gender and race questions. The research still approach on how these difficulties influences over the building process of these women s identities, and their relationships between their colleagues, white men and white women. These empiricists informations were collected over informal conversations and based on these women s memories, written depositions and semi-structured interviews. All collected depositions allowed us to join informations who were interpreted using Foucault s Theory of Power and let us to comprehend and reflect about the individual and collective identities' building process.
Keywords: gênero
raça
discriminação
identidade
educação.
gender
race
discrimination
identity
education.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Educação
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO
Citation: BRUNELLI, Conceição Aparecida Garcia. Gender, race, discrimination: the color tone into public education system management. Master Degree. 2007. 241 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2007.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/1054
Issue Date: 14-Feb-2007
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Conceicao1.pdf1.13 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.