???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/102
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: A GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS: PERFIL ESTRATÉGICO OU OPERACIONAL?
???metadata.dc.creator???: Braun, Augusto Paulo Carrera 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Marras, Jean Pierre
???metadata.dc.contributor.referee1???: Tose, Marília Gonzaga Lima e Silva
???metadata.dc.contributor.referee2???: Cavalcanti, Marly
???metadata.dc.description.resumo???: Este trabalho tem como objetivo examinar o estágio atual do processo de desenvolvimento da função de Recursos Humanos (RH) e se esses papéis, ainda requeridos ou já existentes, atendem às expectativas dos diversos estratos envolvidos, auxiliando na busca de melhores resultados para as empresas e os que nelas trabalham. Nesse contexto, baseou-se na premissa de que as crescentes alterações sócio-culturais e o constante avanço tecnológico experimentado no mundo, além das modificações das condições de vida, permeiam e alteram as condições de trabalho e expectativas de convivência entre as pessoas e suas organizações, exigindo que a função Recursos Humanos busque alternativas de ação para alinhar suas estratégias às das organizações onde atua e fazendo com que o sistema de gestão de pessoas seja fonte de vantagem competitiva sustentável. Buscou-se analisar se o que uma organização faz e como o faz é fator que a distingue das demais, se sua especialização e habilidades deixam-na mais capaz, se é essa capacidade que a torna essencialmente mais competente e técnica e se, nesse quadro, o posicionamento postural de Recursos Humanos é adequado. Também procurou analisar a atuação de diversos públicos de interesse, como os envolvidos nas atividades trabalhistas-sindicais e se os novos elementos da governança corporativa são definidores de atuação estratégica para os profissionais da área estudada. Dentro dos conceitos acima, verificaram-se teorias e fatos, além de pesquisa, que resumissem e explicassem o que se sabe sobre o objeto estudado, classificando-os e sistematizando-os conforme apresentados na realidade empírica e selecionando aqueles a serem estudados, na tentativa de buscar e prever novas caracterizações dos papéis desempenhados por Recursos Humanos, que melhor os clarifiquem. A análise dos levantamentos teóricos realizados reforçou a importância das vantagens competitivas para o sucesso empresarial e a necessidade de que pessoas de conhecimento tornem-se mais produtivas na busca dessas vantagens, além de constatar que essas pessoas devem estar preparadas para atuar em contextos exigentes e complexos e o alerta de que a atuação estratégica de RH é fundamental na solidificação desse novo perfil dos empregados. As diversas funções operacionais atribuídas a Recursos Humanos, entre elas a administração da infra-estrutura e o gerenciamento da contribuição dos funcionários, devem complementar-se, agora, com as chamadas funções estratégicas, geradoras de valor, destacando-se o auxílio na definição das estratégias empresariais e sua tradução em ações de transformação e mudança. Mais do que isso se verificou a crescente preocupação de autores em aliar os recentes conceitos de governança corporativa a essa função estratégica de Recursos Humanos.(AU)
Abstract: This paper has the aim to examine the actual stage of the process of development of Human Resources (HR) function and if the roles, required or existing, attend the expectations of the stratus concerned, helping in the search of better results to the companies and for those who work there. On this context, it was based on the premise that the increasing partner-cultural alterations and the constant technological advance experimented in the world, beyond the modifications of the life conditions, modify the conditions of work and expectations of convivence among the people and their organizations, demanding that the Human Resources search for performance alternatives to line up its strategies to the organizations ones where it acts and making that the system of management of people can be a source of sustainable competitive advantage. One searched to analyze if what an organization does and how it does is factor that distinguishes it from the others, if its specialization and abilities let it more capable, if this capacity becomes it more competent and technique and if, in this set, the postural positioning of Human resources is adjusted. Also it tried to analyze the performance of diverse public of interest, as the involved ones in the labor party-syndical activities and if the new elements of the corporative governance are defining of strategical performance for the professionals of the studied area. In the concepts above, it was studied theories and facts that summarized and explained what it is known on the studied object, classified them and systemize them as presented in the empirical reality and selected those to be studied, in the attempt to search and to foresee new characterizations of the roles played for Human resources, that better clarify them. The analysis of the theoretical surveys strengthened the importance of the competitive advantages for the enterprise success and the necessity that specialized people can become more productive in the search of these advantages, the assurance that these people must be prepared to act in demanding and complex contexts and the alert that the strategic performance of HR is basic in the solidification of this new profile of the employees. The diverse operational functions attributed the Human resources, among them the administration of the infrastructure and the management of the contribution of the employees, must be complemented, now, with the so-called strategic functions, generating value, distinguishing the aid in the definition of the enterprise strategies and its translation in action of transformation and change. Moreover, it was verified the increasing concern of authors in uniting the recent concepts of corporative governance to this strategic function of Human resources.(AU)
Keywords: Gestão Estratégica de Pessoas
Globalização
Vantagens Competitivas
Governança Corporativa
Cultura Organizacional
Influência Sindical
management of People
Corporative Governance
Organizational Culture
Syndical Influence
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
???metadata.dc.publisher.initials???: UMESP
???metadata.dc.publisher.department???: Gestão de organizações
???metadata.dc.publisher.program???: PÓS GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO
Citation: BRAUN, Augusto Paulo Carrera. A GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS: PERFIL ESTRATÉGICO OU OPERACIONAL?. 2007. 129 f. Dissertação (Mestrado em Gestão de organizações) - Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2007.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.metodista.br/jspui/handle/tede/102
Issue Date: 5-Oct-2007
Appears in Collections:Programa de Pos Graduação em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ficha Catalografica.pdf8.75 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.